Cúrcuma, Açafrão e Curry. Qual a diferença?

O uso de plantas medicinais e seus componentes ativos estão se tornando uma abordagem cada vez mais atraente para o tratamento de vários distúrbios inflamatórios entre indivíduos que não respondem ou não querem realizar tratamentos convencionais, com medicamentos que muitas vezes resolvem um problema, mas causam outros.

Embora muitos estudos a respeito dos efeitos de algumas especiarias ainda não tenham sido concluídos, nota-se que algumas delas se destacam, seja pelo sabor, aroma ou por possuírem características antioxidantes capazes de retardar o desenvolvimento de algumas doenças.

A cúrcuma, por exemplo, é um caule subterrâneo de uma planta da família do gengibre, normalmente vendida desidratada e em pó de cor amarelo-alaranjada. Neste caule, encontramos o componente mais ativo da planta, a curcumina, presente em 2 a 5% do caule.  A curcumina é um potente anti-inflamatório e antioxidante da cúrcuma que pode neutralizar os radicais livres, devido sua estrutura química. Para aproveitar a biodisponibilidade e o aproveitamento da cúrcuma em nosso organismo, podemos associá-la a pimenta preta e adicioná-la ao final das preparações.

No Brasil é comum as pessoas confundirem a cúrcuma com o açafrão, pois a mesma é vendida erroneamente com o nome de açafrão-da-terra, porém são duas especiarias completamente diferentes.

O açafrão é o estigma de uma flor de cor lilás. É um tempero mais caro, pois cada flor possui apenas 3 estigmas, ou seja, para conseguir 1 kg de açafrão são necessárias 200 mil flores. Possui aroma e sabor diferentes da cúrcuma e normalmente é vendido inteiro ou em forma de pó avermelhado. O açafrão também tem propriedades antioxidantes, mas não é tão usado quanto a cúrcuma devido seu alto custo.

O Curry é composto por mais de 35 temperos de origem indiana responsáveis pelo sabor doce e, ao mesmo tempo, picante. Entre os componentes dessa mistura estão: gengibre, pimenta dedo de moça, coentro, cravo e cúrcuma (responsável pelo sabor forte e cor amarelada). Desta maneira, o curry também é capaz de proporcionar os mesmos benefícios para a saúde que a cúrcuma. Na culinária, pode ser utilizado para temperar carnes, preparar alimentos cozidos e até em chutneys, antepastos e sobremesas.

Ana Beatriz Nicoletti é Nutricionista e escreve no Acontece Botucatu