Benefícios dos exercícios isométricos na osteoartrite de joelho

Osteoartrite é o mesmo que osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa. No conjunto das doenças agrupadas sob a designação de “reumatismos”, a osteoartrite é a mais frequente, ela é tipicamente caracterizada pelo início insidioso de dor nas articulações, rigidez articular e alcance limitado cuja incidência é bastante elevada, sendo responsável por incapacidade em cerca de 15% da população mundial.

No Brasil, ocupa o terceiro lugar na lista dos segurados da Previdência Social, com 65% das causas de incapacidade. Sendo predominante no sexo feminino, com maior pico de prevalência entre os 40 e 50 anos no período da menopausa. Além disso, ocorre a presença de manifestação articular em cerca de 50% dos idosos com mais de 65 anos e em 80% dos acima de 75 anos.

Na osteoartrite de joelho, é comum que as pessoas se queixem inicialmente de dor em atividades simples como por exemplo durante a caminhada, gerando limitações na distância percorrida, ou no simples ato de sentar e ficar em pé e subir escadas. O fortalecimento do quadríceps através dos exercícios isométricos tem se mostrado eficaz no tratamento desse problema, interrompendo a evolução do quadro patológico, em relação as dores e aumentando o desempenho funcional.