Artigo: 01 de setembro, Dia do Profissional de Educação Física

Nessa última quarta feira dia 01 de setembro comemoramos o dia do profissional de educação física, e como não poderia ser diferente dedicamos o espaço dessa semana para uma pequena reflexão sobre sua importância. Talvez a maior competência da profissão seja a promoção da saúde por meio da prática de exercícios físicos, mas a gama de opções que o mercado de trabalho oferece é algo inimaginável.

Desde a educação física escolar até a conquista de resultados olímpicos são conduzidos por professores que ao longo dos anos proporcionam grande evolução a alunos e atletas, e junto a isso não podemos deixar de citar a educação física inclusiva que vem a cada ano aproximando um encontro muito profícuo entre pessoas com deficiência com esportes adaptados dentro do nosso país. Artes marciais, dança esportes aquáticos entre outros também estão nessa lista.

Mesmo assim ainda temos muito a melhorar, pois como já falamos em nossa coluna anteriormente tudo começa na escola e a educação é o único caminho para mudarmos a realidade de uma nação. A valorização da educação física escolar é o caminho para a construção de uma população mais saudável, mais ativa e menos dependente de remédios, sem falar que isso naturalmente vira um celeiro para potenciais atletas que podem construir carreiras realmente voltadas ao esporte. Aprender naturalmente dentro da escola não cria resistência da criança e do adolescente a prática esportiva ao longo da vida, e não exige que ela se esforce para realiza-la quando adulto.

Tive grandes exemplos para a escolha da minha profissão, e seria injusto escrever seus nomes aqui e esquecer de alguém, ao mesmo tempo não citar dois deles seria impensável. O professor Wilson Clara (Professor Galinha) que no auge da minha infância ministrava aulas divertidas e sempre bem-humorado fazia uma incrível bagunça na quadra (na faculdade aprendi que isso levava o nome de jogos coorporativos).

A segunda foi a Professora Maria Inez Souza Silvério que também na escola municipal Martinho Nogueira já na minha adolescência ensinou a mim e aos meus amigos a importância do trabalho em grupo, porque a disciplina era importante na vida e principalmente o quanto o esporte era valioso para a construção de um objetivo, e través do basquetebol aprendi a vencer, a perder e a compartilhar momentos que nunca mais saíram das minhas lembranças.

A Educação física é mais do que uma profissão, é uma valiosa ferramenta de mudança social e é um dos caminhos que precisamos para uma verdadeira mudança evolutiva da nossa população.

“A educação física é a arte de ensinar através do movimento”

Beto Pavão – Academia Espaço ELO