Vereadores querem informações sobre IC e IML

Há alguns anos Botucatu pede a construção de sede própria para o serviço regional do Instituto Médico-Legal (IML) e do Instituto de Criminalística (IC). Visando saber como anda referido assunto, os vereadores Lelo Pagani (PT) e André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB) apresentaram na Câmara Municipal requerimento solicitando ? Superintendência da Polícia Técnica – Científica do Estado de São Paulo, informações sobre essa questão.

No documento está contido que muitos contatos e reuniões foram realizados buscando uma solução para a construção dos prédios, inclusive o terreno já foi doado pela Prefeitura Municipal de Botucatu ao Poder Executivo Estadual, conforme os termos do Decreto Estadual nº 56.829, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo no dia 15 de março de 2012; e segundo informações da Superintendente da Polícia Técnica – Científica do Estado de São Paulo, Norma Sueli Bonaccorso, Botucatu já consta no Plano Plurianual de 2012 a 2015 para construção do referido prédio.

“A manutenção dos relevantes serviços prestados pelos profissionais dos institutos, sobretudo no tocante ? obtenção de provas técnicas imprescindíveis ? orientação das investigações policiais e instrução dos processos judiciais de nosso município e 12 cidades de nossa região é essencial e o Poder Público deve empreender ações visando melhorar as condições de trabalho dos profissionais que, no cumprimento de suas obrigações, promovam a concretização da justiça e o fortalecimento dos direitos individuais e humanos. Uma nova sede do IC e IML é uma necessidade urgente e estamos solicitando informações sobre como anda o processo. Assim, poderemos informar não somente os funcionários desses institutos como também toda a população”, destaca Lelo Pagani (foto).