Vereadora cobra nova sede para o Cartório Eleitoral

A vereadora Rose Ielo (PT) apresentou durante a última sessão ordinária da Câmara Municipal, um importante requerimento para que o cartório eleitoral de Botucatu, passe a funcionar em outra sede, com maior estrutura física, capaz de suprir a demanda. O documento também foi assinado pelos vereadores Carlos Trigo (PT), Lelo Pagani (PT) e Izaias Colino (PSDB) e aprovado pela unanimidade dos demais legisladores.

O pedido encaminhado pela vereadora é bastante simples. Hoje, o imóvel que abriga o Cartório Eleitoral de Botucatu, que também atende aos eleitores de Itatinga e Pardinho já não possui mais estrutura física suficiente para o satisfatório desempenho das funções por parte dos funcionários. Isso porque o prédio que abriga o Cartório é de 2006, período em que o número de urnas eletrônicas, por exemplo, era bastante inferior.

A vereadora cobra o empenho dos três prefeitos dos municípios citados para uma nova sede do Cartório. “Hoje a manutenção do Cartório é de responsabilidade das três prefeituras, sendo 50% do valor custeado por Botucatu, 30% por Itatinga e 20% por Pardinho, então, precisamos do empenho das três cidadãs para a aquisição de um novo imóvel que atenda as demandas que serão colocadas pelos próprios servidores da unidade, como sendo indispensáveis”, explicou.

A legisladora também cobra certa urgência no trâmite, uma vez que a região deverá começar em 2015, com o cadastro da biometria. “No próximo ano serão realizados os cadastros biométricos dos eleitores, um projeto complexo e grandioso que demanda de no mínimo, um espaço físico adequado e capaz de atender a demanda atual dos eleitores das três cidades, visando à qualidade da prestação do serviço. Já estamos no final de 2014, portanto, essa é uma mudança que não pode tardar a acontecer”, concluiu Rose Ielo.