Oito cidades da região discutem nova sede do IML-IC

Na tarde desta quarta-feira (30), oito presidentes de Câmaras das 13 cidades que compõem a região de Botucatu participaram de reunião que discutiu a viabilização da construção da nova sede do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Criminalística (IC).

O encontro, realizado na sede do Poder Legislativo local, foi convocado pelo presidente da Câmara Municipal de Botucatu, vereador Curumim (PSDB). “Nessa primeira aproximação entre as cidades atendidas pelo IML-IC de Botucatu, nosso objetivo foi o de compor um coletivo de representantes dos municípios da região para tentar viabilizar junto ao Governo do Estado os recursos necessários para a construção da nova sede do IML-IC”, destaca o parlamentar botucatuense, que contou ainda com a participação de seu companheiro de bancada, vereador Fontão (PSDB).

Presente ao evento, o chefe do IML de Botucatu, Felipe Jorge Heimbeck, disse que, atualmente, em função da precariedade das instalações do órgão em Botucatu, o atendimento tem sido feito em São Manuel. Outros integrantes do IML-IC de Botucatu também participaram do encontro.

Heimbeck entende que a realização da reunião aponta que as cidades da região estão interessadas nessa iniciativa. “Como atendemos em 13 municípios, todos eles são beneficiados. Esse encontro mostra que podemos ter esperança, pois estamos com apoio inédito da classe política da região”, diz.

Segundo Curumim, basta que esse grupo consiga obter recursos junto ao Estado para início das obras. “O IML-IC já possui um terreno doado, conforme o Decreto nº 56.829/2011. Existe também um projeto padrão fornecido pela Superintendência do IML-IC. Agora, com a obtenção do recurso, pode-se afirmar que a construção se tornará uma realidade”, coloca, lembrando que o lote doado pelo Estado fica ao lado da Cadeia Pública de Botucatu, onde, atualmente, são realizadas as provas práticas para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na modalidade motocicleta.

Dessa reunião, ficou acertado que cada presidente Legislativo da região deve acionar os demais vereadores para que o movimento fique cada vez mais forte. “A idéia é que consigamos marcar uma Audiência com o próprio Governador do Estado para cobrarmos a solução dessa situação”, salienta.

O presidente do legislativo botucatuense avalia a iniciativa como de extrema importância para Botucatu e região. “Se for proporcionada ao IML-IC uma boa infraestrutura e condições para trabalhar, quem sairá ganhando será a própria comunidade”, destaca. “Isso porque, a qualidade e a velocidade do trabalho representam um melhor atendimento aos cidadãos”, finaliza Curumim.

{n}Região{/n}

Além do presidente da Câmara Municipal de Botucatu, vereador Curumim, participaram do encontro os presidentes das Câmaras Municipais das seguintes Cidades: Laranjal Paulista, presidente Roque Lazaro de Lara; Itatinga, presidente José Rosa dos Santos; Conchas, presidente Emerson Féxina; Areiópolis, presidente Carlos Alberto Leite; Porangaba, presidente Jardelino de Queirós Sampaio; Torre de Pedra, presidente Wagner Nunes Pereira; e São Manuel, presidente Pedro Norival Cicarelli.

{n}Histórico recente{/n}

Entre as primeiras ações empreendidas pelo vereador Curumim (PSDB) na condição de presidente da Câmara Municipal de Botucatu foi retomar as discussões sobre a construção da nova sede do IML-IC de Botucatu. Para isso, o parlamentar foi a São Paulo negociar a liberação de verba diretamente na Superintendência da Polícia Técnica Científica do Estado.

Na oportunidade, participaram da reunião: Luiz Nelson Duarte de Carvalho, chefe dos peritos criminais de Botucatu; Valdeci Biondo, perito criminal; Marcio Machado, assessor do Deputado Estadual Milton Flávio (PSDB); Noé Luiz Mendes de Marchi, médico legista; José Bendito de Oliveira Lima, auxiliar de necrópcia; Luis Augusto Rossanezi, atendente de necrotério; Cris Martineli, assessora da Superintendência da Polícia Técnica; e Dr. Jorge Pereira de Oliveira, diretor do Centro de perícia de São Paulo.