João Cury é reeleito em Botucatu com 38.779 votos

Fotos: Valéria Cuter

Com 38.779 votos (57,67%) o prefeito de Botucatu João Cury Neto (PSDB) foi reeleito prefeito de Botucatu liderando a coligação “Todos Juntos Pelo Melhor, trazendo como vice o professor Antônio Luiz Caldas Júnior (PCdoB) para continuar administrar a Cidade no quadriênio 2013/2016. O candidato do PT Mário Ielo ficou em segundo lugar obtendo 27.531 (40,94%) e Gustavo Bilo com 935 votos (1,39%).

Foram computados os votos das 254 urnas. Dos 91.397 eleitores de Botucatu, votaram nos candidatos a prefeito 67.245 (90,51%), sendo também registrados 2.555 votos brancos (3,44%) e 4.499 votos nulos (6,06%).

Com a agilidade da mídia eletrônica, 40 minutos depois do encerramento da votação, já se podia afirmar que João Cury tinha atingido seu intento de ser reeleito com uma expressiva votação, colocando uma diferença de 11.248 votos no segundo colocado.

“Não tenho palavras para agradecer e pagar o que essa Cidade está fazendo por mim. Não há o que pague esse carinho e eu só posso retribuir com muito trabalho, com muita dedicação para dar aos moradores dessa Cidade uma melhor qualidade de vida. Muito obrigado a todos”, disse o prefeito reeleito.

João Cury terá mais quatro anos para dar continuidade aos projetos quem estão em andamento e que serão consolidados. “Pretendemos ainda este ano inaugurar o novo Fórum no Jardim Riviera e o Pronto Socorro Infantil, no Hospital Sorocabana, que foi comprado pelo Município e está em fase final de reforma”, explana Cury.

Além do PS infantil, o prefeito lembra que dois novos hospitais já estão sendo construídos e deverão ser inaugurados no primeiro semestre de 2013. “Por isso, pedimos mais quatro anos para a população objetivando entregar essas obras que foram iniciadas e estão em fase final”, disse Cury, lembrando que outros importantes projetos deverão ser consolidados, como o Parque Tecnológico e a Pinacoteca. “Temos ainda muito que trabalhar em diferentes áreas e não mediremos esforços para cumprir 100% do nosso Plano de Governo”, emendou.