Câmara fica quase vazia durante votação de projetos em Sessão Ordinária

Só 12 pessoas na hora da votação de projetos nesta segunda-feira, 07

Doze pessoas. Esse foi o público total que acompanhou a votação de três Projetos em pauta na Sessão Ordinária na noite desta segunda-feira, 07, nas dependências da Câmara Municipal. Algo muito diferente da lotação das últimas semanas, quando o polêmico Projeto 73/2017 foi alvo de muitas discussões.

Antes, porém, a Casa de Leis recebeu pessoas homenageadas por moções feitas pelos vereadores, mas que foram embora antes da votação. O clima era de absoluta tranquilidade, até mesmo entre os parlamentares, que muitas vezes divergem sobre os assuntos em pauta.

Em discussão estavam importantes assuntos, como a criação do Conselho Municipal da Juventude, pedido de autorização para convênio com o estado, visando a construção de Unidade Básica de Saúde e proposta de mudança do regimento interno.

Com leitura de moções, requerimentos, além de falas no pequeno e grande expediente, a sessão durou pouco mais de 3 horas. Os trabalhos tiveram início às 20 horas, com 10 dos 11 vereadores presentes, pois Abelardo (MDB) chegou após 40 minutos do início dos trabalhos, sem justificar o atraso.

A votação dos projetos durou poucos minutos e todos foram aprovados sem grandes discussões, ao contrário do que houve nas últimas semanas com a casa lotada. O relógio apontava 23h10 quando Sessão foi finalizada. A próxima Sessão será na segunda-feira, 13.

Pauta da Sessão Ordinária 

1) PROJETO DE LEI Nº. 69/2017 – De iniciativa do Prefeito Municipal – que institui o Conselho Municipal da Juventude (COMJUVE) e estabelece outras providências. APROVADO

2) PROJETO DE LEI Nº. 20/2018 – De iniciativa do Prefeito Municipal – que autoriza o Poder Executivo a celebrar convênio com o Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Estado da Saúde, objetivando a transferência de recursos financeiros destinados à construção de uma Unidade Básica de Saúde no Bairro Jardim Maria Luiza. APROVADO

3) PROJETO DE RESOLUÇÃO Nº. 01/2018 – De iniciativa dos vereadores IZAIAS COLINO, PAULO RENATO, CULA, ALESSANDRA LUCCHESI, CARREIRA, ZÉ FERNANDES, SARGENTO LAUDO e JAMILA – que suprime os artigos 148 e 149 do Regimento Interno da Câmara Municipal de Botucatu. APROVADO