Câmara encaminha caso de acidente envolvendo o vereador Paulo Renato para Comissão de Ética

A Câmara Municipal votou favorável na noite desta segunda-feira, 03, à tramitação de uma representação contra o vereador Paulo Renato da Silva (PSC). O documento foi protocolado nesta tarde pela munícipe Ana Maria Pimenta Bueno.

Pelo Regimento Interno, assim que protocolado, o pedido passa pela Mesa Diretora da Casa e entra em votação no mesmo dia. O pedido agora seguirá seus trâmites na Casa de Leis e os vereadores decidirão se o assunto terá sequência na Comissão de Ética, hoje presidida pela vereadora Jamila Cury Dorini, tendo Ednei Carreira como relator e Carlos Trigo membro.

O documento pede uma CEI, mas pelo artigo 323 do Regimento Interno da Câmara, apenas um vereador pode dar início a um pedido de Comissão Especial de Inquérito. A representação de hoje foi motivada pelo fato de que na madrugada do último sábado, 01, o Parlamentar se envolveu em um acidente de trânsito na Rua Visconde do Rio Branco, área central de Botucatu.

Ele perdeu o controle do veículo Hyundai Veloster e se chocou contra outros veículos que estavam estacionados, sendo que um deles destruiu a fachada de uma loja no local após o impacto. Os fatos constam em boletim de ocorrência.

No pedido da botucatuense consta que o vereador se evadiu do local, o que configura crime pelo artigo 305 da Lei nº 9.503, o Código de Trânsito Brasileiro. De acordo com o documento, a Câmara Municipal deveria investigar a conduta do vereador no episódio.

Relembre o caso

A Polícia Militar registrou na madrugada deste sábado, 01, um acidente de trânsito na Rua Visconde do Branco, área central de Botucatu. Segundo informações com base no que consta em boletim de ocorrência, o motorista de um carro perdeu o controle e bateu em dois carros que estavam estacionados em frente a uma loja.

Com o impacto, um dos carros atingidos foi lançado a fachada de vidro de uma loja de móveis que ficou totalmente destruída. Ainda segundo as informações do boletim de ocorrência da Polícia Militar, o motorista que causou o acidente foi o vereador Paulo Renato (PSC).

O Acontece Botucatu entrou em contato com o vereador para o mesmo dar explicações sobre o acidente e horas mais tarde ele emitiu uma nota oficial dizendo que de imediato se colocou à disposição de todas as vítimas que sofreram danos materiais.

Pelas redes sociais o vereador foi duramente criticado. Muitos os questionavam o motivo de não ter ficado no local do acidente.