Vereadores querem criar comissão para acompanhar o legislativo

Os vereadores João Elias (PDT) e André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB) estiveram reunidos em São Paulo com o arquiteto, católico, político e ativista social brasileiro, Chico Whitaker. O propósito da reunião foi angariar conhecimentos para a formação da Comissão de Acompanhamento Legislativo, na Câmara Municipal de Botucatu.

Conhecido de João Elias desde 1988, Chico Whitaker é membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP), organismo ligado a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e foi vereador pelo PT em São Paulo no período de 1989 a 1996. Esteve exilado na França e no Chile no período de 1966 a 1989 onde trabalhou como pesquisador e orientador para o Comitê Católico contra a Fome e também na Unesco.

Whitaker é ainda um dos fundadores do Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE), sendo um dos mentores da Lei 9.840, de iniciativa popular, que já cassou mais de mil políticos eleitos, de vereador a senador. O ativista político e social ajudou também a organizar o Fórum Social Mundial, do qual é membro do Conselho Internacional e, em 2006, recebeu o Prêmio Nobel alternativo por sua luta a favor da Justiça Social.

Os vereadores procuraram o ativista para solicitar colaboração na implementação dessa comissão na Casa de Leis de Botucatu uma vez que Whitaker idealizou a mesma comissão na Câmara Municipal de São Paulo durante sua atuação como vereador. Para João Elias e Curumim é importante contar com a ajuda e orientação de um ativista político do porte de Chico Whitaker.

“Whitaker tem um currículo de atividades invejável e pode nos assessorar a implantar uma comissão de acompanhamento legislativo em Botucatu e sua experiência nos será de grande valor”, aponta João Elias. “Nós estamos dando o pontapé inicial para desenvolver a comissão, mas estaremos conversando com os demais vereadores para que eles também possam abraçar a causa”, complementa Curumim.

A Comissão de Acompanhamento Legislativo seria formada por um grupo de pessoas da sociedade civil que teria a tarefa de acompanhar todos os trabalhos desenvolvidos pelos vereadores da Câmara Municipal de Botucatu. De acordo com os vereadores, a idéia é incentivar a participação da sociedade e despertar seu interesse nas ações do Poder Legislativo.

{n}{tam:25px}Em busca de verbas{/tam}{/n}

{bimg:37251:alt=interna:bimg}

Ainda em São Paulo Curumim e João Elias compareceram na Assembléia Legislativa numa reunião com o deputado estadual Major Olímpio, líder do PDT, com o intuito de pleitear recursos para investimentos na infraestrutura urbana de Botucatu. De acordo com eles, o encontro foi positivo. “Tivemos uma reunião produtiva com o deputado que se comprometeu a ajudar no que for possível através da elaboração de emendas parlamentares”, informou Curumim.

Os parlamentares também aproveitaram a ocasião para reforçar o pedido da implantação de uma unidade do Programa “Bom Prato”, que vem sendo requisitado pelo prefeito João Cury. “Toda ajuda que pudermos contar para a implantação do “Bom Prato” em Botucatu será de grande valia. Estamos procurando colaborar com o Poder Executivo fazendo a nossa parte no contato com deputados”, destacou João Elias.