Presidente vistoria área da futura sede do Legislativo botucatuense

Em função da proximidade da data de finalização do projeto executivo do prédio que abrigará a futura sede do Poder Legislativo botucatuense – que deve ocorrer dentro de 45 dias – o presidente da Casa, vereador Curumim (PSDB), fez vistoria no lote destinado ? construção do imóvel.

O terreno fica próximo ao local onde está sendo levantado o novo Fórum da Comarca de Botucatu, entre o Jardim Santa Elisa e o Jardim Riviera – ao lado da Rodovia João Hipólito Martins (Castelinho).

De acordo com o parlamentar, é necessária a continuação do projeto. “A Câmara já investiu na elaboração do projeto executivo. Temos que dar encaminhamento, pois no caso contrário o Tribunal de Contas notificaria a Casa”, diz. “Temos que estar cientes de todas as questões relacionadas ao caso para que não haja problemas futuros”, salienta.

Na última visita ao local, Curumim foi acompanhado pelo assistente técnico de Patrimônio da Câmara Municipal de Botucatu, o servidor Antônio Carlos Batista Carnietto – que tem acompanhado o processo desde a doação da gleba.

Curumim aponta os benefícios que a construção da nova sede do Poder Legislativo local trará ? Cidade. “Os vereadores terão mais condição de trabalho, com a possibilidade de realizar reuniões simultâneas e atendimento ao público”, coloca. “Além disso, a construção irá levar desenvolvimento ? região”, ressalta.

Por fim, o parlamentar aponta o que julga ser o benefício mais importante. “Teremos um prédio ? altura de Botucatu, com acessibilidade total ? s pessoas com necessidades especiais e condições de abrigar toda a demanda pela Câmara na Cidade”, finaliza o presidente da Casa, vereador Curumim (PSDB).

{n}{tam:25px}A nova sede{/n}{/tam}

O terreno em que será construída a nova sede do Poder Legislativo conta com área total de cerca de 20 mil m². Em relação ao prédio, a expectativa é que construção seja de aproximadamente 4 mil m², com plenário para abrigar cerca de 290 pessoas sentadas – sendo previstos espaços especiais para cadeirantes. Neste contexto, é possível destacar que a edificação terá acessibilidade total aos cidadãos com necessidades especiais.

Segundo o atual presidente da Casa, vereador Curumim (PSDB), para acompanhar possível crescimento no número de vereadores – hoje com 11 –, a futura Câmara terá 21 gabinetes para parlamentares atenderem o público. Também serão projetadas salas amplas para reuniões internas e externas, além de um grande hall de entrada com projeto paisagístico privilegiado e espaço para exposições e eventos.

Fonte e foto: André Luís Lourenço/CMB
Assessoria de Imprensa/Câmara Municipal de Botucatu