Prefeitura e Sabesp assinam convênio por 30 anos

Na tarde desta sexta-feira o governador de São Paulo, Alberto Goldman esteve em Botucatu para homologar a assinatura do convênio de cooperação que autoriza a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) a renovar o contrato de prestação de serviços de saneamento básico na cidade para os próximos 30 anos. O contrato estabelece investimentos de R$ 102,9 milhões para o município.

Durante a solenidade, que contou com a presença de autoridades políticas de diferentes cidades de São Paulo, foi anunciado o início da segunda etapa das obras do Hidroanel de Botucatu, que tem 8,5 quilômetros de adutora, dando continuidade ? interligação do setor sul ao setor norte, com investimento total de R$ 6,2 milhões.

Entre os presentes ao evento a Secretária de Saneamento e Energia, Dilma Seli Pena, do presidente da Sabesp, Gesner Oliveira, do diretor de Sistemas Regionais da Sabesp, Umberto Semeghini, do superintendente da Unidade de Negócio Médio Tietê, Layre Colino Júnior, do prefeito João Cury Neto e autoridades locais.

O prefeito João Cury que foi o articulador das negociações com a Sabesp, não escondeu sua satisfação em ver o contrato ser assinado. “Hoje é um dia de muita alegria para a população de Botucatu. Nosso sentimento é o do dever cumprido, por consolidar esse contrato diferenciado, não só pelo valor econômico, mas sim porque se trata do interesse público, feito em embasamentos e conceitos que irão beneficiar muitos bairros, principalmente os periféricos que estão em expansão, com a instalação do Hidroanel, que não aparece por ser subterrânea, mas é de extrema importância para a cidade”, destacou João Cury.

Esse contrato, continua o prefeito de Botucatu, era para ter sido assinado há anos atrás, mas faltou competência política para negociar um bom acordo. “Coube a nós ter a felicidade de fechar esse acordo. Isso é fruto de um trabalho, de um processo que teve a participação de várias pessoas. Ele foi elaborado por várias mãos, com coerência, sem atropelos, até chegar nesse acordo final. Por isso a cidade de Botucatu tem que comemorar”, acrescentou.

A fazer uso da palavra o governador Alberto Goldman fez uma explanação do acordo em tom de brincadeira. “Foi um acordo difícil de ser fechado, porque de um lado estava um judeu (José Serra) e do outro um turco (João Cury). Não sei quem venceu porque os dois não costumam perder. Eu vou é acabar saindo sem calças de Botucatu”, brincou.

Depois lembrou que com o contrato vai fazer com que a Sabesp atenda cerca 35 municípios, agregando um contingente de mais de um milhão de pessoas. “Serão mais de R$ 100 milhões que a Sabes investirá na regional de Botucatu ao longo de 30 anos. Esse Hidroanel vai permitir que a Sabesp possa abastecer toda cidade com água potável de primeira qualidade. Nos últimos quatro anos investimos muito em saneamento básico. Foram R$ 13 bilhões. É uma satisfação para qualquer governante entregar obras de saneamento básico que tem a finalidade de melhorar a vida das pessoas.

Posso garantir que na América Latina não tem uma empresa igual a Sabesp. Parabéns a Botucatu”, frisou o governador.

{n}Outras autoridades presentes, também falaram sobre o convênio:{/n}

{bimg:5082:alt=int1:bimg}

{n}Milton Flávio – Deputado Estadual – {/n} “Não posso deixar de parabenizar o prefeito João Cury e o governador Alberto Goldman pela viabilidade desse contrato que será de muita valia para melhorar a qualidade de vida da população, não só no que diz respeito ao fornecimento de água, como também, o saneamento básico e a preocupação com o Meio Ambiente. Estive sempre pronto para dar minha parcela de contribuição para que esse acordo fosse assinado. Faltou competência para o governo anterior fechar o acordo. Hoje tenho a felicidade de ver que Botucatu fez um excelente contrato e quem ganha com isso é a população”.

{bimg:5083:alt=int2:bimg}

{n}Dilma Seli Pena – Secretária de Saneamento e Energia {/n}- “Hoje a população de Botucatu tem muito que comemorar, porque o convênio assinado garante investimentos nos próximos 30 anos. Esse convênio vislumbra o tratamento de 100% de água do esgoto para evitar que haja poluição dos córregos que circundam o município. Por isso é de um alcance social muito grande e beneficia toda cidade”.

{bimg:5084:alt=int3:bimg}

{n}Luiz Roberto Barradas Barata – Secretário de Saúde – {/n} “Pelo que eu tenho visto, pelo que tenho sentido, a saúde em Botucatu tem melhorado e isso é em razão da qualidade de vida que a Sabesp oferece no que tange a abastecimento de água e tratamento de esgoto. O governo do Estado, vem trabalhando muito neste aspecto, com investimentos altos. Por isso entendo que a população de Botucatu está muito bem servida neste aspecto porque conta com um saneamento básico de primeiro mundo oferecido pela Sabesp”.

{bimg:5085:alt=int4:bimg}

{n}Mendes Thame – Deputado Estadual {/n}– “O que mais chamou minha atenção foi esse projeto da Sabesp que será aplicado em Botucatu que visa o reaproveitamento do óleo usado na frituras, que normalmente são canalizados na rede de esgoto. Esse óleo poderá ser transformado em bio-combustível que será utilizada para abastecer as viaturas do município e o que sobrar será vendido e a arrecadação será revertido ao Fundo Social de Solidariedade (FSS). Por tudo que aconteceu, só posso dizer que Botucatu conseguiu fazer um excelente contrato e eu parabenizo o prefeito João Cury por isso”.

{bimg:5086:alt=int5:bimg}

{n}Layre Colino Júnior – Superintendente da Unidade de Negócio Médio Tietê -{/n} “Hoje estamos vivendo um dia especial de muita emoção. Daqui pra frente, muita responsabilidade para dar continuidade ao trabalho que a Sabesp faz há 30 anos em Botucatu. O que nós pactuamos hoje vou desfrutar amanhã como cidadão. Também fizemos um contrato ambiente inédito na Sabesp, que é a revitalização dos ribeirões da cidade e Botucatu será modelo de referência para todos os contratos que a Sabesp irá fazer daqui pra frente”.

Fotos: Valéria Cuter