PRB está perdendo 45 dos seus filiados em Botucatu

Fotos: Luiz Fernando

Uma verdadeira debandada de filiados está acontecendo no Partido Republicano Brasileiro (PRB) de Botucatu. Já foram 21 os filiados que oficializaram seu desligamento e outros 24 já assinaram suas respectivas fichas de desfiliação que serão encaminhadas ao Cartório Eleitoral de Botucatu. Entre os que deixaram o partido estão o ex-presidente Luiz Carlos Santos, mais conhecido como “Sócrates” e Carlos Roberto de Souza, o Beto, que respondia pela administração geral.

Segundo Beto Souza, esse grupo deixou o partido em razão da ingerência política do diretório de São Paulo. “Houve um desentendimento político entre São Paulo e Botucatu que quis impor uma filiação e um nome para disputar a candidatura a deputado. O grupo não concordou com essa decisão e decidiu deixar o partido”, disse.

Enfatiza que agora o grupo está buscando outras alternativas políticas para fazer uma composição com dissidentes de outros partidos, como o PT, PMDB e PSD. “As conversas estão bem adiantadas e várias pessoas ligadas a diferentes segmentos sociais da Cidade e formadoras de opinião estão se unindo para formar um partido forte e coeso”, comentou Luiz “Sócrates” Santos. “Posso adiantar que já temos número suficiente para montar o diretório”, emendou sem revelar com qual partido esse grupo está compondo.

{bimg:39813:alt=beto:bimg}

“O importante é que a aceitação política desse grupo está crescendo e estamos dialogando com muitas pessoas para ver qual é o caminho que iremos seguir. Existe a real possibilidade de o grupo fechar com um partido de grande relevância nacional, com deputados estaduais e federais e que em Botucatu está tendo uma atuação política bastante discreta, embora esteja devidamente regularizado”, frisa Beto Souza.

{bimg:39814:alt=socrates:bimg}

“Esse é um caminho viável que estamos construindo com o aval do diretório Estadual e Nacional desse partido. Nos próximos dias é possível que o acordo seja consolidado e as filiações sejam feitas, com a reestruturação do partido para as eleições do ano que vem onde serão escolhidos deputados federais e estaduais, assim como senadores, governador do Estado e presidente da República”, disse Beto Souza. “Também estaremos, evidentemente, nos preparando para as eleições a prefeito e vereadores de 2016 e não queremos ser coadjuvantes”, acrescentou Sócrates Santos.