PRB de Romagnolli e Spadaro declara apoio a André Peres como vice de Pardini; Secretário de Obras se afasta do cargo na próxima semana

O PRB desistiu oficialmente na tarde desta segunda, 30 de maio, de emplacar o nome de André Spadaro como vice de Mário Pardini nas eleições de outubro. Em uma entrevista coletiva realizada na empresa Romagnolli Promoções e Eventos, o presidente regional da sigla, o empresário Carlinhos Romagnolli, declarou o apoio do partido ao nome de André Peres para vice de Mário Pardini do PSDB.

O encontro também contou com as presenças de André Spadaro, Juliana Spadaro, Mário Pardini, André Peres e João Cury Neto. Em suas alegações, Romagnolli disse entender que havia um compromisso já firmado pelo grupo com o nome de André Peres, Secretário de Obras do Município.

“Colocamos o nome do Keko (André Spadaro) por entender que havia uma brecha, mas jamais contestamos o nome do André Peres. Entendemos que já havia um trabalho com ele. Como estamos aqui para somar e não impor, digo que estamos juntos com o Mário Pardini e apoiamos nesse momento o nome do André Peres como vice. Estamos juntos no mesmo barco, não tem volta, mas temos nossas ideias próprias e estamos focados em nosso time de candidatos a vereador”, disse Carlinhos Romagnolli.
 

André Spadaro, filho do ex-prefeito Joel Spadaro (1989-1992), explicou que procurou entrar na política de forma voluntária, para somar em um projeto.Ele reafirmou que jamais teve a intenção de impor alguma condição ou negociação nessa escolha.

“Eu e minha irmã (Juliana Spadaro) procuramos voluntariamente o João (Cury). Queríamos ajudar de alguma forma com a política da cidade e sua renovação. De imediato assumi o compromisso com o Pardini, embora tenha recebido outros convites. Em nenhum momento eu forcei a barra para ser vice, apenas observei uma brecha, inclusive após ler uma reportagem do Acontece Botucatu onde sentia que o cenário comportava mais opções e que as coisas não estavam definidas”, explicou Spadaro.

Fontes afirmam que André Spadaro recebeu em sua residência o ex-prefeito Antônio Mário Ielo, pré-candidato pelo PDT. O convite teria sido feito, levando em conta o bom relacionamento entre Ielo e Joel Spadaro, mas André teria declinado por questões de ideologia.

 

João Cury chora ao lembrar da relação entre Jamil e Joel

O presidente do PSDB e também prefeito de Botucatu João Cury comemorou a reunião como um avanço na renovação política de Botucatu. Ele chegou a se emocionar ao citar a relação das famílias Spadaro e Cury.

“Eu fiquei muito feliz quando Keko (André Spadaro) e a Jú (Juliana Spadaro) me procuraram. Eu os conheço há décadas por conta da relação entre nossos pais que depois sofreu um distanciamento. O Joel (Spadaro) é uma das reservas morais de Botucatu”, disse emocionado João Cury.

A fala do presidente do PSDB e prefeito de Botucatu chegou a ser interrompida por alguns segundos. Com a voz embargada, teve que conter o choro no momento em que relembrou a relação Jamil/Joel. Ambos foram eleitos prefeito e vice-prefeito respectivamente em 1982 pelo MDB, que logo se transformou em PMDB. Joel sucedeu a Jamil na eleição de 1988 e o rompimento entre ambos começou no início de 1989 quando Cury fundou em Botucatu o PSDB.

“É um apoio muito importante para o André Peres, mas isso não está definido. Vamos precisar conversar com os outros partidos. Mas o que eu mais celebro aqui é a renovação política que Botucatu terá esse ano, essa é a mensagem desse encontro. André Peres, Mário Pardini, André Spadaro, Mário Pardini, Carlinhos Romagnolli, são todos novos nomes discutindo Botucatu”, colocou João Cury.

O pré-candidato do PSDB Mário Pardini aproveitou para dizer que o apoio de André Spadaro é de extrema importância por considerar que o diálogo imperou nessa relação política que começou há poucos meses. “Em nenhum momento prometemos alguma coisa. O Keko veio no sentido da palavra, que é o que mais falta na política. Não esperava nada diferente do que foi dito aqui pelo Carlinhos e pelo Keko”, explicou Pardini.

 

André Peres quase vice

Presente em todos os eventos políticos, André Peres deverá ser o escolhido como vice de Mário Pardini. Para ele, o apoio do PRB dá peso ao processo de escolha. “É importante que mais nomes surjam, pois isso entendi quando o Keko postulou. Me honra muito ter agora seu apoio e do PRB”, felicitou.

André Peres é filiado ao PC do B, partido do atual vice-prefeito Professor Caldas. O Acontece Botucatu conseguiu a informação de que ele se afastará da Secretaria de Obras na próxima semana. O pré-candidato Mário Pardini disse que a escolha do vice não deve passar da próxima semana.