Dilma e Aécio disputam o voto do eleitorado brasileiro

A atual presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) buscam neste domingo a preferência dos quase 143 milhões de eleitores  que vão às urnas neste domingo (26) para governar o Brasil pelos próximos quatro anos. São exatos 142.467.862 de eleitores no Brasil e 354.184 no exterior, segundo a Justiça Eleitoral.

O eleitorado brasileiro é composto por 74,4 milhões de mulheres, 68,2 milhões homens. A maioria dos eleitores  (43,1 milhões ou 30,2% do total) tem ensino fundamental incompleto. Depois, na ordem, estão os eleitores com ensino médio incompleto (27,5 milhões); ensino médio completo (23,8 milhões); eleitores que leem e escrevem (17,2 milhões); ensino fundamental completo (10,3 milhões); superior completo (8 milhões); analfabetos (7,3 milhões); superior incompleto (5,2 milhões); e as pessoas que não informaram (115,4 mil).

Quase 33,8 milhões possuem entre 45 e 59 anos seguidos dos eleitores com idade entre 25 e 34 anos (33,2 milhões). Os eleitores de 35 a 44 anos estão na terceira posição do ranking de faixa etária, com 28,4 milhões de eleitores.

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do Brasil, quase 32 milhões de pessoas vão às urnas. Em Minas Gerais, segundo Estado com mais eleitores, 15,2 milhões de pessoas votarão. O Rio de Janeiro tem 12,1 milhões de eleitores. Na Bahia são 10,1 milhões.

A votação começa às 8 e vai até às 17 horas (horário de Brasília). Estão obrigados a votar todos os cidadãos brasileiros alfabetizados maiores de 18 e menores de 70 anos. Por outro lado, o voto é facultativo para quem tem 16 e 17 anos, para os maiores de 70 anos e para as pessoas analfabetas.

Para votar, o eleitor deve levar um documento oficial com foto que comprove sua identidade – título de eleitor, carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação.

 

Dilma

 

Dilma Vana Rousseff, é economista e política brasileira, filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), e atual presidente da República Federativa do Brasil. Durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assumiu a chefia do Ministério de Minas e Energia, e posteriormente, da Casa Civil. Em 2010, foi escolhida pelo PT para se candidatar à Presidência da República na eleição presidencial, sendo que o resultado de segundo turno, em 31 de outubro. Dilma foi a primeira mulher secretária de Fazenda de sua cidade, a primeira ministra de Minas e Energia, a primeira chefe da Casa Civil, além de ser primeira presidente da história brasileira.

 

Aécio

 

Aécio Neves da Cunha é economista e político brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Foi o décimo sétimo governador de Minas Gerais entre 1º de janeiro de 2003 a 31 de março de 2010, sendo senador pelo mesmo estado. Aécio é o candidato de seu partido à presidência do Brasil na eleição de 2014. Como governador, teve bons índices de aprovação e foi reeleito na eleição de 2006, tendo desta vez a maior votação já registrada no estado. Nas eleições de 2010, foi eleito o senador com a maior votação do Estado. Assumiu o cargo em 1º de fevereiro de 2011 e, em 2013, foi escolhido presidente nacional do PSDB.