Confirmado: Trigo deixa o PT e se filia no PDT

Momento em que Trigo assina ficha de filiação do PDT

Era uma questão apenas de oficialização. O vereador Carlos Trigo deixou na tarde desta quarta-feira, 30, o PT, partido pelo qual é vereador desde 2001. Agora o parlamentar faz parte dos quadros do PDT de Rose e Mário Ielo.

O Nome de Trigo estava sendo especulado para algumas siglas nos últimos tempos. O PTB foi o primeiro partido comentado nos bastidores. Já a Rede de Lelo Pagani foi proposto como caminho para o vereador, aliás, nas últimas semanas era comum ver Trigo e Pagani conversando durante as sessões da Câmara. O próprio Lelo Pagani chegou a admitir que tentou seduzir seu colega nesse sentido.

Nos últimos dias o PDT se mostrou o caminho natural de Carlos Trigo, uma vez que Mário Ielo e Rose Ielo convenceram o parlamentar. Coincidência ou não, o partido do ex-prefeito tem sido o caminho mais lógico para ex-petistas mais convictos.

‘’Estava difícil permanecer no PT com toda essa crise. Como pré-candidato você tem que consultar as pessoas e os amigos. Cada dia que passava ficava mais difícil. Outro fator determinante é que o partido aqui não se decidia sobre as eleições. E se findar o prazo no dia 02 de abril e o PT fosse com chapa pura ? Fica difícil pensar em reeleição no momento em que o partido não terá a mema força para fazer o coeficiente, praticamente impossível. No PDT conheço o Ielo, a Rose, ou seja, me identifico para continuar meu trabalho como representante dos deficientes”, explicou Trigo ao Acontece Botucatu.  

Sem nenhum representante na Câmara após mais de 20 anos, o presidente do Partido dos Trabalhadores lamentou a saída do vereador. ‘’O Trigo me ligou hoje cedo e comunicou. A saída dele é a que eu mais sinto. Sempre foi ético e coerente. Fico triste, mas faz parte do jogo. O momento é delicado, mas no futuro poderemos nos recuperar”, disse ao Acontece Botucatu Everaldo Rocha, presidente do Diretório Municipal do PT.  

O Acontece Botucatu entrou em contato com o presidente da Comissão Provisória do PDT, o ex-prefeito Mário Ielo, que se mostrou entusiasmado com a chegada de Carlos Trigo. “Estou muito feliz. Eu e Trigo fomos eleitos juntos em 2001, ele sempre foi um grande parceiro. Sempre defendeu as mesmas ideias, sempre levantou a bandeira de gastos mínimos na Câmara. Irá somar muito no PDT”, colocou Ielo. 

O PT começou a atual legislatura com três vereadores, mas vai terminar sem nenhum. Em 2015 Lelo Pagani se transferiu para o recém-criado Rede, Rose Ielo se juntou ao PDT com o marido Mário Ielo, mesmo caminho tomado por Carlos Trigo nesta quarta-feira. Há mais de 20 anos que o Partido dos Trabalhadores não ficava sem nenhum representante no Legislativo de Botucatu.

O último a sair: Com quase 16 anos, Carlos Trigo foi o vereador com mais tempo de Câmara pelo PT em Botucatu