Câmara debate criação de Centro de Atenção Psicossocial

Após promover uma das mais movimentadas audiências públicas dos últimos tempos, a Câmara Municipal de Botucatu mais uma vez sediou um encontro que tratou da implantação de um Centro de Atenção Psicossocial para o atendimento de crianças e adolescentes – CAPSi em Botucatu.

Participaram os vereadores Lelo Pagani (PT) e André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB), o secretário municipal de Saúde, Cláudio Lucas Miranda, a psicóloga do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), Gisele Merlin, e a assistente social do CAPS I, Viviane Arruda e o psicólogo do Serviço de Atendimento Referência Álcool e Drogas (Sarad), Bruno Araújo.

O objetivo do novo encontro, era evoluir em temas deliberados durante a Audiência Pública, que concluiu unanimemente como fundamental e criação do CAPSi e apresentar os fatos ao secretário municipal de Saúde e buscando alguma alternativa que resulte na evolução dos esforços e tratativas para que o centro de atenção com atendimento de crianças e adolescentes seja implantado em Botucatu.

Durante o encontro, o secretário de Saúde, Cláudio Lucas Miranda, explicou que o município tem grande interesse e que concorda que é de fundamental importância que a cidade conte com uma unidade do CAPSi, mas que para que isso aconteça, é necessário que o serviço, independentemente de ser de abrangência municipal ou regional, seja registrado na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) e sua efetivação só poderá ser tratada após aprovação da Comissão Intergestora Bipartite e pelo Ministério da Saúde.

Para o vereador Lelo Pagani, que tem encabeçado as discussões, o encontro acabou sendo elucidativo. “Agora que temos conhecimento dessas necessidades, vamos certamente oficiar o Departamento Regional de Saúde  (DRS VI Bauru) para buscarmos informações sobre o andamento da implantação do RAPS em nossa região, para depois disso buscarmos as autorizações estaduais e federais e, finalmente, contemplarmos a cidade com o CAPSi, que serão tão importante”, explicou Pagani.