Arcebispo acadêmico recebe homenagem da Câmara

Foto – Valéria Cuter

 

Por iniciativa dos vereadores Luis Fontes – Fontão (PSDB), Ednei Carreira (PSB), Rose Ielo (PT), André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB)  e Lelo Pagani (REDE),   o mais novo confrade da Academia Botucatuense de Letras (ABL)  Arcebispo Metropolitano Dom Maurício Grotto de Camargo, receberá uma  moção de congratulações e aplausos em homenagem à sua posse.  Dos autores, Carreira e Fontão são ligados a movimentos da  igreja católica.  Os demais parlamentares também assinaram a propositura.

Carreira (que esteve na posse do arcebispo com sua esposa Lucélia – foto) entende que foi um momento muito especial na vida da autoridade eclesiástica. “A atuação de Dom Maurício no comando da arquidiocese é brilhante e sua nomeação como acadêmico é mais uma homenagem que vai constar no seu currículo, assim como essa moção de aplausos. É uma satisfação e motivo de orgulho para todos nós prestarmos esta homenagem",  disse o vereador do PSB.

Na ocasião de sua posse Dom Maurício recebeu diversas autoridades civis e eclesiásticas na Capela da Santíssima Trindade, no Seminário de Botucatu, onde o cerimonial foi realizado.  Em seu discurso de posse, Dom Maurício discorreu sobre o patrono da cadeira nº 15, José Marins Fontes e seu antecessor nessa cadeira, o arquiteto Eugênio Monteferrante Neto. A sessão foi presidida por Newton Colenci e secretariada por Olavo Pinheiro de Godoy. O acadêmico José Carlos Soares Vieira fez a saudação ao novo confrade.

Ao final de sua explanação o arcebispo foi aplaudido em pé pelos presentes que lotaram a capela. Depois entregou a tese ao presidente da Academia e recebeu o diploma. O bóton acadêmico foi colocado pela vice-presidente da ABL Carmem Lúcia Martin Guimarães. A aposição do colar acadêmico foi feita pela mãe do mais novo membro da Academia.