POLÍCIA MILITAR PREMIA POLICIAL DO ANO

Bonita, emocionante e “pra” lá de prestigiada; podemos dizer que foi assim a festa realizada pelo comando da 1ª Companhia do 12º BPM I, na manhã do último dia 5 de dezembro, para premiar o policial militar que mais se destacou no ano de 2011.

Exatamente como ocorreu no ano passado, esse importante evento organizado pela cúpula da Polícia Militar, reuniu, num dos espaços do Centro de Convenções do ARETÉ, um “montão” de autoridades civis e militares e, claro, um grande número de familiares de policiais militares.

Mais uma vez, a força do reconhecimento profissional (motivo maior desse encontro) sensibilizou e arrastou muita gente até as dependências daquele badalado ambiente. Entretanto, não temos como negar que o jeito especial de uma das maiores lideranças nos meios policiais, o Capitão José Semensatti Junior (que, inclusive está nos “deixando” por um período de 10 meses para participar do curso de Major em São Paulo) é que fez a diferença naquela manhã.

Obviamente que identificar as qualidades de um profissional dedicado e querido por todos os seus colegas de corporação, já seria motivo para o sucesso do evento, no entanto, a imensa participação de políticos da região (prefeitos e vereadores), somada a de outras autoridades locais (Doutor Josias Martins de Almeida Filho, Juiz de Direito da 1ª Vara da Comarca; Doutor Marcus Vinicius Bachiega, Juiz de Direito da 2ª Vara; Professor Pasqual Barretti, Diretor Presidente da FAMESP; Doutor Samir Zacharias, Presidente da OAB – Botucatu; Major Jorge Duarte Miguel, Comandante Interino do 12º BPM I; Doutor Adjair Campos, Secretário de Segurança Pública do Município) também se deveu ? importância do Capitão Semensatti para sociedade e, muito especialmente, pelas homenagens recebidas que haviam sido anunciadas.

Durante a solenidade aconteceram diversos momentos marcantes, alguns deles recheados de muita emoção. Tão logo os oradores fizeram suas manifestações, o mágico Mauro Dias foi incumbido de anunciar o nome do homenageado.
Bem ao estilo de um respeitável palestrante e em meio ? muitas brincadeiras e aplausos – aliás, o talento desse menino é algo muito impressionante – pegou uma, entre as diversas laranjas existentes numa fruteira, chamou o Comandante da Corporação, Capitão Semensatti, e pediu para que ele a cortasse ao meio. Eis que para surpresa da platéia, o nome do policial condecorado (Sargento Laudo Gomes da Silva) estava escrito num papel dobrado no meio daquela laranja. Não teve quem não aplaudiu a brincadeira.

Em seguida, bastante emocionado, sem conseguir proferir uma única palavra, o Sargento Laudo, recebeu das mãos do seu Comandante, além do diploma de Honras, uma TV de LED de 32 polegadas como prêmio.

Um pouco mais adiante, o protocolo – muito bem comandado pela Capitão PM Kátia Regina Cristófalo – ofertou a palavra ao Capitão José Semensatti Junior. Bem humorado e demonstrando uma satisfação enorme com a realização da festa, esse valoroso oficial, entre uma e outra colocação, “rasgou” elogios aos seus comandados; fez questão de valorizar a parceria selada entre as forças de Segurança Pública do município (Polícias Civil e Militar e a Guarda Municipal); falou da amizade que cultivou com os delegados Antonio Soares da Costa Neto, Celso Olindo e Simoni Alves Firmino Sampaio (que estavam presentes), narrou alguns lances de quando era aluno do Professor Capez, no renomado Colégio Damásio; lamentou (mesmo sendo um fato isolado) um triste episódio envolvendo um membro da Corporação; disse que “está indo”, mas, que espera voltar ao comando da Companhia e, por fim, acabou agraciado por seus subordinados.

Tendo ? frente o Tenente Alexander Cagliari, os policiais da 1ª Companhia lhe prestaram uma bonita homenagem. Até uma camisa oficial do SC Corinthians Paulista, seu time do coração, ele recebeu.

Não menos surpreendente, foi a permanência, entre as autoridades, do ilustre Deputado Estadual Doutor Fernando Capez que, inclusive, fez parte da mesa de frente. Amigo particular do Capitão Semensatti, essa referência da política nacional, começou o seu discurso (que durou pouco mais de uma hora) pedindo licença para o protocolo e chamando para sentar ao seu lado, ninguém mais, ninguém menos do que este que vos escreve: o Alemão (quanta honra!); fez questão de dizer que é um ferrenho defensor das causas dos policiais civis e militares; relatou inúmeros projetos que levou ? Assembléia Legislativa em favor da categoria; não poupou elogios ? conduta do amigo Semensatti, e encerrando a sua maravilhosa participação, emocionou os presentes contando duas histórias lindas e comoventes, oferecendo-as, especialmente, ao Policial do Ano, Sargento Laudo Gomes da Silva.

Enfim, mais uma vez, a 1ª Companhia do 12º BPM I, realiza com muito sucesso, outra grandiosa festa de valorização de profissionais. Como sempre tive a consciência de que “liderar não é impor e sim despertar a vontade de fazer” (igualzinho ao que diz um dito popular antigo) fiquei feliz com tudo o que presenciei naquela festividade, sobretudo, porque dois amigos, com os quais compartilho uma grande amizade, tiveram as suas qualidades (a ânsia de sempre fazer e, principalmente, o dom de liderar), reconhecidas publicamente. Palmas, muitas palmas a ambos.

Meu afetuoso abraço desta semana é endereçado a um cidadão do mais alto quilate, que também foi reconhecido na última semana pelo exemplo de profissional que é; meu amigo Doutor Antonio Soares da Costa Neto, agora, Delegado de Classe Especial. Parabéns pela brilhante conquista, querido amigo Doutor “Marvadeza”.

{n}Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com