53 LONGOS ANOS DE UMA VIDA PROFISSIONAL BEM VIVIDA !

Rubens Almeida
53 LONGOS ANOS DE UMA VIDA PROFISSIONAL BEM VIVIDA ! 01 dezembro 2021

Deus é de fato muitíssimo generoso com os seus filhos. Atentem bem, prezados leitores, para a minha trajetória: tive a grata satisfação de ingressar na saudosa FCMBB – Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu – hoje este fenômeno de nome UNESP, em 02/12/1968, portanto, há 53 longos anos e até agora, ELE não quis a minha APOSENTADORIA.

“Bão”, daí o título que escolhi para minha narrativa. Nesta instituição que me acolheu através de concurso público – aliás, uma das primeiras contratações ocorridas neste estilo – pude construir a minha amada família e com as bençãos de Deus formar minhas três filhas, minhas preciosidades. No meu primeiro ano, trabalhei no Departamento de Medicina, ao lado de figuras maiúsculas da medicina brasileira (Professores, Domingos Alves Meira, Fernando José de Nobrega, Antonio de Padua Campana, Willian Saad Hosne, Humberto Maffei, Eder Trezza, Alvaro Oscar Campana, Herculano Dias Bastos, Neuza Lima Dilon, Mario Rubens Guimarães Montenegro, Geová de Barros Silva, Elga Verena Maffei, Cleide Trindade, Paulo Ferreira Tucci, Iohio Ky, a querida Doutora Kunie, Tibere Alves de Resende, Carlos Gomes de Araujo, Claudio Rabello Coelho, Pedro Tadeu Viana, Ercilia Maria Trezza, Augusto Cesar Monteli, Luigi Vercesi, Dináh Borges de Almeida, meu inesquecível amigo Walter de Souza, e muitos outros que, infelizmente fugiram a minha mente); mais adiante, por longos 30 anos participei de uma “família” que tinha como MATRIARCA, a saudosa Professora Cecilia Magaldi, a sempre “capitã” de um “time” que tinha outros professores renomados, entre eles, Eurivaldo Sampaio de Almeida, Lupercio de Souza Cortez Junior, Marco Segre, Luana Carandina, Antonio Luiz Caldas Junior, Luiz Roberto de Oliveira, Luiz Carlos Giarola,

A propósito, no antigo e saudoso Departamento de Medicina Preventiva, orgulhei-me em poder ser peça importante na formação do Centro de Saúde Escola (onde fui auxiliar de laboratório), uma “casa de saúde” que até os dias atuais, continua num crescer maravilhoso, e que deu os seus “primeiros passos”, na antiga Fazenda Lageado (na época uma “propriedade” do IBC – Instituto Brasileiro do Café), e viver outras maravilhas com o meu querido e eterno chefe, Professor Nelson de Souza, um dos maiores conhecedores da Nutrição no Brasil; por sinal, é muito gostoso lembrar dos tempos em que ele defendeu a sua Tese de Professor Titular (estudou tudo sobre o arroz e o feijão) e, posteriormente se transformou (pelos trabalhos realizados) no maior responsável pela implantação da Merenda Escolar nas escolas de todo o Estado de São Paulo. Todos os laudos nutricionais, dos produtos oferecidos aos alunos, tinham que ser assinados por ele. Naquela oportunidade, junto dos amigos José Maria Bedran de Castro e José Bueno Pimentel, éramos os seus técnicos de laboratório. A vida seguiu!

Um pouco mais à frente, isso a partir de 1998, tive o prazer em ser reconhecido, pela comunidade unespiana, como uma liderança, entre os funcionários técnico-administrativos. Nesses quase vinte anos como representante dos servidores, participei por dois mandatos no Conselho de Administração do Hospital das Clínicas; estive PRESIDENTE da Associação dos Servidores da nossa querida e amada ASU – Associação dos Servidores da UNESP – por três mandatos consecutivos; no Fundo Social dos Servidores da FMB e FAMESP, fui o seu gestor, por seis mandatos e, um pouco antes de esboçar, juntamente, com a colega Assistente Social, Solange de Moraes e o “mestre dos mestres”, Doutor Pasqual Barreti, hoje, Reitor da nossa UNESP, o Projeto Casas de Apoio (nesse programa, também contamos com a participação do Doutor Antonio Rugolo Junior, então Presidente da FAMESP), permaneci por quatro anos, dando suporte na administração do Professor Doutor José Carlos Souza Trindade, na Reitoria da UNESP, onde ocupei um cargo de assessor. Hoje, com as graças de Deus, continuo “fazendo a minha parte” nas nossas Casas de Apoio do Hospital das Clínicas, um aconchegante lar (quatro moradias ao todo), que tem a capacidade de acolher 137 pacientes/ acompanhantes.

Ah, como não citar a alegria vivida com um “punhado” de conceituados professores, todos meus amigos (Joel Spadaro; meu inesquecível mestre do linguajar portugues, Elson Felix Mendes; Rinaldo Pôncio Mendes, o Tietê; Roberto Sogaiar; Francisco Haberman; Arthur Roquete de Macedo, e tantos outros), que eram alunos da primeira turma do curso de Medicina? Foi “bão” demais!

Portanto, caros amigos, acredito justificar toda essa alegria que estou vivendo neste dia 02 de dezembro, afinal foram anos e anos de muita luta, dedicação e determinação, e um espaço nesta nossa vidinha passageira que me engrandeceu muito; vivi, por todos esses anos, num paraíso profissional que poucos trabalhadores tiveram o privilégio de conquistar um prêmio desse porte, ou seja, viver uma vida profissional bem vivida e que já dura 53 longos anos! Haja história de vida, mais linda e verdadeira como essa!

Que venham outros tantos anos pela frente Que Deus, na Infinita Bondade que sempre me ofertou, possa realizar o meu grande sonho, que é, completar 55 anos como servidor público, sem estar APOSENTADO e, com isso, me transformar num dos maiores marcos, entre os funcionários públicos de todos os tempos: o servidor do serviço público, mais antigo do Brasil. Glória a Deus!

Rubens de Almeida – Alemão/[email protected]

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
FREIRE MOTOS
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento