BOTUCATU: UMA CIDADE, DE FATO, MUITÍSSIMO ABENÇOADA!

De fato, nossa acolhedora e solidária “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS” pode perfeitamente ser considerada uma cidade muitíssimo abençoada. Não bastasse todo o crescimento que esse cantinho, encantador para se viver bem, vem tendo nos últimos cinco anos, agora, depois de quase duas décadas, voltamos a contar com um representante na Assembléia Legislativa do Estado. Que maravilha! Com certeza, esse feito trará ainda mais possibilidades de dias melhores a todos nós.

“Dono” de uma votação histórica, uma das maiores, senão a maior, em todos os tempos aqui na terrinha, meu amigo Fernandinho Cury (eleito Deputado Estadual com mais de oitenta e cinco mil votos), não só “chacoalhou”, de um jeito bastante festivo, todos os seus correligionários – que, é sempre bom dizer, trabalharam muito ao longo da campanha – bem como, ofertou à cidade uma oportunidade gigantesca de continuar trilhando nesse progresso de causar inveja.

Essa “baita” promessa da política regional teve uma votação esplêndida em todos os municípios da nossa região; nos vários lugares visitados, conseguiu, com seu jeito peculiar, conquistar um grande eleitorado. Por onde passou foi campeão de votos, ou ficou entre os três primeiros na listagem final do TSE – Tribunal Superior Eleitoral. Aliás, uma façanha que foi bastante festejada e comemorada, de forma magistral, em todos os cantos da cidade por grande parte dos botucatuenses.

Nosso município que já contava com o desprendimento de outro componente da respeitável família Cury, o Prefeito João Cury Neto – por sinal, um político moderno e diferenciado – e também, com a cumplicidade de dois parlamentares, expoentes da política nacional, reeleitos com votações expressivas neste mesmo pleito e que sempre marcaram presença entre nós, atendendo os mais variados pedidos da municipalidade, em especial, aqueles vindos da direção do nosso Hospital das Clínicas (meus amigos Doutor Fernando Capez e Milton Casquel Monti), agora ficou mais fortalecido no quesito apadrinhamento político com a inclusão desse brilhante “calouro”. Com certeza conquistamos mais um parceiro de peso para a captação de benefícios para a nossa gente.

Como cidadão botucatuense e, mais ainda, admirador incondicional dessa jovem revelação eleita DEPUTADO ESTADUAL, posso confessar que fiquei imensamente feliz com o resultado das urnas, afinal, Botucatu que, desde a saída do então Deputado Milton Flávio Leutenschlager não contava com um emissário forte na Assembléia Legislativa, voltou a ter alguém que fale por nós e, mais ainda, porque, pouco mais de seis anos atrás, fui mais um dentre os muitos “botucudos”, capitaneados pelo empresário Fernando Borgato (Lourival Panhosi, Junot de Lara Carvalho, o saudoso vereador Josey de Lara Carvalho, o próprio João Cury Neto, entre outros que, infelizmente fugiram à minha memória), que pregavam MUDANÇAS JÁ, numa Botucatu que estava “parada no tempo” e a mercê de administrações estapafúrdias, somente voltadas para o “bem” de meia dúzia de companheiros. Lembro-me que o Presidente do PMDB local, Doutor Junior Colenci e a grande liderança da política local Milton Bosco, não puderam participar desse encontro realizado na minha residência, porque estavam em viagens pelo nordeste brasileiro; porém, ambos compactuavam com esse nosso anseio. Claro que não foi fácil consolidar este nosso intento, afinal, sempre foi difícil demais (quase impossível) administrar o “querer” dos nossos políticos; no entanto, posso dizer (sem constrangimento algum) que aquela reunião festiva acabou trazendo frutos e mais frutos, bastantes positivos para todos nós.

Com as graças de Deus e a união de algumas pessoas do bem, após meses e meses, de muito trabalho e, principalmente, de um comprometimento de cidadania fortíssimo de muita gente, conseguimos mudar todo aquele quadro triste elegendo a dupla, João Cury e Professor Caldas, para comandar a cidade. Foi um marco histórico para Botucatu.

Pois bem, passaram-se apenas seis anos desse acontecimento e aquele trabalho em equipe projetado lá atrás, já nos proporcionou mais um avanço significante a todos nós: hoje, a cidade inteirinha vibra com a eleição do irmão do Prefeito, o também moço Fernando Cury, Deputado Estadual. Coisas maravilhosas que somente acontecem quando “aquele abraço” entre as pessoas tem um único objetivo: o bem comum.

Lamentavelmente, por questões que englobam tão somente, MUITA FIDELIDADE com uma instituição (Hospital das Clínicas), que me acolhe profissionalmente por longos quarenta e seis anos e, mais ainda, por “viver”, o dia a dia de sofrimento dos dirigentes dessa “Casa de Saúde”, que, vergonhosamente, vive esquecida no rol dos nossos governantes, não pude fazer parte desta corrente vitoriosa (também abraçando alguém) que elegeu o meu “mano”, irmão dos meus irmãos João e Juninho Cury, a Deputado Estadual, meu amigo Fernandinho Cury. Coisas dessa vidinha abençoada!

Nesta eleição, juntamente com alguns ferrenhos e sofridos cidadãos unespianos (dirigentes do HC e da FAMESP) que padecem cotidianamente com todo tipo de dificuldades, especialmente, a falta de recursos, para “tocar” o nosso HC, optei – até como forma de gratidão por tudo o quê fazem por nós – por trabalhar para dois parlamentares do mais alto nível da política nacional; dois homens públicos (Milton Monti e Fernando Capez) que, no exercício do seu mandato nunca titubearam em nos ajudar naqueles difíceis momentos, tendo inclusive, em algumas oportunidades, encontrado saídas estratégicas visando a equação de determinadas crises. Graças a Deus, ambos foram reeleitos com muito sucesso.

 Enfim, bastante orgulhoso e com a sensação do dever cumprido, posso afirmar, sem medo de errar, que esta eleição foi maravilhosa demais “pro” meu ego. Jamais em toda a minha vida tinha curtido uma satisfação “pós-eleição” desse porte, afinal ajudei na eleição de dois fortíssimos parceiros do nosso sofrido Hospital das Clínicas, Milton Casquel Monti, Deputado Federal e Doutor Fernado Capez, Deputado Estadual – aliás, este, com a maior votação no Estado de São Paulo – e ainda senti um orgulho monstruoso em ver outro componente da minha valiosa galeria de amigos (Fernandinho Cury) ser escolhido com uma votação maiúscula, para ocupar uma cadeira na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. Simplesmente fantástico! Parabéns, Fernando Cury! Parabéns querido Deputado Milton Casquel Monti! Parabéns, meu irmão Doutor Fernando Capez!

Parabéns Botucatu, minha querida e fraterna “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”! Que tenhamos nos próximos quatro anos, lá na “Casa de Leis” do povo paulista, um representante guerreiro e atuante e, o mais importante: tão digno, como a grandeza da nossa gente.

Com o coração apertado, até porque, confesso que não estou aguentando mais tentar buscar saídas para atender as muitas pessoas que me procuram pedindo ajuda quando algum familiar está sendo atendido aqui no HC, principalmente no PS (claro que os profissionais do HC, desde o mais simples, até o mais qualificado, cumprem o seu papel, com muita responsabilidade e presteza), aproveito essa grande oportunidade para convidar você, caro leitor, a dar uma passadinha no Pronto Socorro da UNESP (qualquer hora do dia ou da noite) e conhecer a dura realidade que, lamentavelmente, só não é do conhecimento dos marqueteiros de uma senhora que almeja ficar mais quatro anos presidindo esse rico país chamado Brasil. Por favor, faça isso, antes do segundo turno.

Meu afetuoso abraço desta semana é endereçado a três leitores especiais dos meus “causos” aqui contados. Três amigos com quem, quase diariamente, divido um pouquinho da dor que sentimos em ver um irmão marginalizado por essa injustiça social brutal que assola grande parte deste país, norteado por picaretas da pior espécie (acho que estamos no final desse amargor), que nos imploram por ajuda: meus irmãos Carlinhos Gameiro, Aladiston “Ton” Fernandes Martins e o moço da Refrigeração REFRILAR, João Reche Modenes, um dos pioneiros do Grupo de Amigos Voluntários.

Com carinho idêntico abraço outra amiga especial que aniversariou na última quarta-feira (08/10) e que para a minha satisfação, me faz companhia dia após dia, neste trilhar pelo mundo do bem: minha amiga e leitora dos meus “contos” Valquiria Aparecida Bazzo da Cunha.

 

Rubens de Almeida – Alemão

alemao.famesp@gmail.com