Luto na comunicação regional: radialista Brito Jr. morre após complicações da Covid-19

O rádio da região está de luto. Faleceu na manhã desta sexta-feira, dia 14, o radialista Antônio Brito Jr, diretor da rádio Integração de São Manuel.

Ele estava internado desde o final de julho no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu. Brito teve complicações por conta da covid-19.

Brito Jr. tinha apenas 45 anos e atuava com destaque no Rádio de São Manuel e região. O radialista começou sua trajetória na rádio F-8 de Botucatu, ainda no começo da década de 90.

Com opiniões contundentes na área política e larga experiência no jornalismo policial, se tornou uma das figuras mais populares de São Manuel e região.

O comunicador também era diretor da Rádio Comunitária Educadora de Botucatu. Pelas redes sociais diversos radialistas e comunicadores da região lamentaram a morte do radialista.

“Hoje no programa a tarde é nossa, todo nosso respeito ao meu amigo Brito Junior. Vá em paz meu irmão”, postou o repórter da Municipalista Walter Pianucci, o César Junior.

“Comecei em 1994 na rádio F-8 com apenas 14 anos. Tínhamos na época a figura do técnico ou operador de mesa e eu aprendi com o Brito. Ele foi meu professor na oportunidade”, disse o Radialista Anderson França, diretor da Rádio Cultura FM.

“Grande amigo. Foi o primeiro a me emprestar o carro (Fusca) para namorar. Cobriu folga na rádio. Nós divertimos muito quando foi eleito Rei Momo. Pioneiro no rádio comunitário. Uma pena perdermos um grande cara para a covid. Que Deus conforte os familiares. Vamos sentir falta da sua alegria”, escreveu o jornalista Érick Faciolli no Facebook.

O corpo de Brito Jr. foi enterrado às 16h desta sexta-feira, em cemitério de Botucatu, onde também tinha familiares.

O Acontece Botucatu lamenta profundamente o passamento do parceiro Brito e transmite os sentimentos para amigos e familiares.