Semana Nacional de Museus aborda comportamento social e identidade de gênero em atividades no Espaço Cultural

 

Empoderamento feminino, identidade de gênero, comportamento social e tolerância. Estes são os principais temas da 15ª Semana Nacional de Museus, em Botucatu, que acontece até o próximo dia 28 de maio.

Com o tema “Museus e Histórias Controversas: Dizer o Indizível em Museus”, a Semana traz nesta quarta-feira (17), no Espaço Cultural “Dr. Antonio Gabriel Marão”, o encontro “Intolerâncias”, que aborda a questão do respeito pelo ser humano, em suas realidades e escolhas. O debate, que ocorre no Cine Janelas, até às 16 horas, é ministrado pelo psiquiatra e compositor de Botucatu Arnaldo Machado, que apresenta também temas essenciais ao ser humano como convívio saudável e fraterno, respeitando as realidades e as opções individuais e coletivas.

A atividade contempla também uma palestra e vídeo exibições do teaser “Gay Curado”, interpretando Dr Fritz, um médico alemão que inventa a “cura” para a homossexualidade com transplante de cérebros. O vídeo trata o tema da homofobia de modo divertido e irônico, porém com reflexões profundas. Também será exibido o vídeo “Negros e Índios Desalmados”, sobre a intolerância à população negra e indígena.

Já nesta quinta-feira (18), às 10 horas, o Cine Janelas sediará o debate sobre o livro e documentário “A Esquina de Monalisa”, de autoria de Rodrigo Casali. Nesse evento homônimo, o autor exibirá a vídeo produção com posterior bate papo sobre o projeto e suas impressões.

A partir de observações cotidianas, “A Esquina de Monalisa” apresenta cinco histórias de vida de travestis de Botucatu que ocupam lugares muito singulares na sociedade atual. O livro-documentário foi produzido com apoio do ProAC – Programa de Ações Culturais da Secretaria de Estado da Cultura.

Todas as atividades da 15ª Semana Nacional de Museus, em Botucatu, são gratuitas.