A SOLIDARIEDADE DA NOSSA GENTE CONTINUA EM ALTA!

Olá prezado leitor, mais uma vez utilizo este espaço para “falar” de uma preciosidade que faz parte da maioria dos lares brasileiros, aliás, uma característica de valor incalculável que cresce, dia após dia, com grande parte da população botucatuense. Na nossa amada e hospitaleira “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”, SOLIDARIEDADE é a marca registrada em quase todos os eventos que por aqui são realizados. Não bastassem essas promoções que visam unicamente amparar o próximo, campanhas e mais campanhas são projetadas com esse mesmo objetivo.

“Nóis”, que temos no coração uma “coisinha” que nos cobra abraçar tudo aquilo que traz contribuição por um mundo melhor para todos, vivemos os últimos dias envolvido em muita alegria e satisfação. Primeiro fomos chamados a receber uma doação de bolachas, oriundas de uma campanha realizada pela sempre dedicada e atenciosa Professora Rejane Patrícia de Moraes Oyama, em várias localidades religiosas da cidade. Sabe qual foi o tamanho da doação? Uma quantidade imensa (quatrocentos pacotes de meio quilo de biscoitos doces e salgados) que, por sinal, nos abastece nas Casas de Apoio do Hospital das Clínicas, por mais de quatro meses. Isso já havia sido um sucesso.

Um pouquinho adiante, mais precisamente na manhã do primeiro domingo de setembro (02/09), um seleto grupo de esportistas, componentes da Associação Desportiva Rebola, que conta em suas fileiras com cidadãos extremamente solidários, ousaram realizar uma simples partida de futebol contra outra equipe que, coincidentemente, é composta por familiares (a família REIS). O objetivo dos organizadores era angariar 500 litros de leite que também seriam doados para as Casas de Apoio.

Tudo aconteceu magistralmente. A festança futebolística foi grandiosa e a união do grupo nem se fala. Acredite! Esses verdadeiros “Heróis do Voluntariado” conseguiram não só os 500 litros de leite que sonhavam conquistar, mas uma arrecadação espetacular: nada menos que 2463 caixinhas de leite Longa Vida foram destinados as Casas de Apoio; um montante que supre as necessidades dos pouco mais de cem hóspedes diários desses abrigos que, acolhem tão somente pessoas necessitadas, por quatro longos meses. Glória!

A generosidade do povo “Botucudo” não parou por aí. Eu que já estava bastante feliz por ser presenteado com tantas doações que vieram beneficiar um empreendimento social da grandeza das casas de apoio – que, junto da minha colega Assistente Social, Solange de Moraes, orgulhosamente, administramos – ainda tive a ideia de procurar o meu amigo Vanderlei dos Santos, âncora do programa matutino de maior audiência na cidade, para agradecer publicamente as atitudes da Professora Rejane, bem como, dos “boleiros” do REBOLA, todos indistintamente. Eis que para a minha surpresa, nesta mesma data, até aproveitando o momento oportuno dado pela emissora, iniciamos uma campanha para angariar recursos para a compra de uma cadeira de rodas motorizada para um jovem senhor (Gerson Cândido da Silva), morador do Distrito de Rubião Junior, que não tem as duas pernas. Outro sucesso!

Em pouco mais de uma hora de programa conseguimos dos ouvintes mais da metade do valor da referida cadeira. O restante está sendo conseguido junto a pessoas especiais que compõem a minha preciosa galeria de amigos. Se Deus quiser, ao final da arrecadação iremos comprar, além dessa cadeira, outra para um aluno especial da nossa querida APAE – Associação de Pais e Amigos de Pessoas Excepcionais.

Enfim, enquanto neste Brasil todinho injusto com grande parte dos seus filhos, o assunto em todas as “rodas de amigos”, é corrupção e desvio de dinheiro público (além, do dissabor em ver um cidadão condenado pela Justiça Brasileira estar “dando as cartas” na eleição Presidencial de dentro do Presídio), a nossa gente continua mostrando toda a sua generosidade. Parabéns a todos que nos abraçaram e o nosso muito obrigado.

Nada como aproveitar uma “prosa” desta para abraçar com carinho especial, alguns amigos com os quais divido toda alegria que sinto em poder participar de projetos sociais que trazem benefícios a muitos dos nossos irmãos (as Casas de Apoio do HC e FAMESP são exemplos disso) recebendo as mais variadas doações que, ressalte-se, fortalecem, ainda mais, esse meu anseio de ver um mundo melhor para todos. Com muita satisfação envio o meu carinhoso abraço aos amigos José Roberto dos Santos, Plininho Genta, Francisco Carlos Tancler (Presidente do REBOLA), Doutor Paulo Buchignani, Sidney Amaral e o mais completo dos cantores brasileiros: meu querido irmão Daniel.

Rubens de Almeida – Alemão

alemao.famesp@gmail.com