PARABÉNS PELO SEU DIA, ASSISTENTE SOCIAL!

 

Esta segunda-feira, 15 de maio, certamente será uma data bastante festejada em todos os cantos desta Nação rica em tudo, porém, sem rumo, sem comando, farta de injustiças sociais, repleta de imoralidades, e, principalmente, sem amor aos seus filhos. Neste dia – aliás, em meio a tantas e tantas aberrações, afinal o número de brasileiros desempregados é a única coisa que continua num crescer assustador entre nós – uma das profissões mais importantes nesses momentos de crise, comemora o seu “dia”: o ASSISTENTE SOCIAL.

Graças ao bom Deus e, em especial à generosidade de uma população que aprendeu partilhar o pão com o próximo, nesta querida e, “pra” lá de solidária “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”, o drama da miséria, do frio e da fome, não tem mostrado a “sua cara” com muita frequência, mesmo com esse abusivo crescimento dessa maldita “bola da vez” que tomou conta do país: o DESEMPREGO.

O trabalho social desenvolvido aqui na terrinha é algo de ser admirado por todos. Não existe um bairro, seja ele periférico ou não, ou outra comunidade, que não tenha um grupo de pessoas voltado para o bem-estar comum, na luta por uma vida mais digna e menos sofrida aos mais penalizados, por conta dessa roubalheira descarada que já virou “moda” em todas as instâncias governamentais do país.

Campanhas filantrópicas, nem se fale. É só ligar o rádio e sintonizar numa acolhedora e respeitável emissora da cidade, que perceberá o tamanho do coração da nossa gente. E isso, sem dúvida alguma, tem a ver com esses guerreiros chamados Assistentes Sociais, que é bem verdade, foram qualificados para amparar a nossa gente.

Com as graças DELE, vim ao mundo exatamente nesse dia (15 de maio) e, mesmo não sendo graduado em Assistência Social, dia após dia, também “perambulo” por aí visando amenizar os dissabores desse mundinho da pobreza e da miséria; além do mais, integro um grupo de cidadãos (GRUPO DE AMIGOS VOLUNTÁRIOS) composto por algumas pessoas que, lá atrás, infelizmente, também amargaram momentos difíceis em relação a essa disparidade social, que só vem aumentando no Brasil; daí, o meu compromisso em continuar fazendo a minha parte.

Portanto, como venho fazendo desde que ganhei gosto por contar “causos” aqui nesta coluna (com certeza já passa de vinte anos), através da minha eterna companheira de causas em prol do bem, Solange S. de Moraes, Assistente Social, responsável pelo Serviço Social do Hospital das Clínicas da UNESP e da sempre amável Professora Maria Aparecida Camargo Pardini, a querida Dona Pida, Presidente do Fundo Social de Solidariedade do Município e mãe do nosso amigo Mário Pardini, digno Prefeito Botucatuense, abraço carinhosamente, todas as Assistentes Sociais do Brasil. Que Deus, o Todo Poderoso dispense a vocês, forças suficientes para que continuem “ajudando a quem precisa”.

Como parte das comemorações dessa importante data,e, já, em ritmo de festas, os amigos do Núcleo de Serviço Social do Hospital das Clínicas, convidam a nossa comunidade para participar das comemorações do Dia do Assistente Social e do Ato de inauguração da Galeria de Fotos de Supervisores de Serviço Social do Hospital das Clínicas da UNESP, que será realizado, nesta segunda-feira (15/05), às 14 horas, no Salão Nobre da FMB. Esse evento compõe uma das celebrações dos 50 anos do Serviço Social do Hospital das Clínicas. Parabéns, pelo seu dia, Assistentes Sociais de todo o país!

Por fim, aproveito esta brilhante oportunidade para cumprimentar o meu querido netinho, José Semensati Neto, pelo seu 10° aniversário, ocorrido no dia 10 de maio. Esse garoto, apesar de não ter nascido no dia 15 de maio, desde o seu primeiro ano no colégio escolar, participa com afinco, de todas as gincanas beneméritas que são efetuadas no abençoado Colégio La Salle. Parabéns, grande Netão!

“Bão”, e para as maiores riquezas deste mundinho passageiro que estamos vivendo, que são as MÃES de todos “nóis”, o que posso dizer? Parabéns, parabéns e parabéns mamães queridas! À minha saudosa e etrena protetora, dona Tereza de Almeida, que hoje mora no céu, um grande e saudoso beijo. Às demais, a minha mais profunda admiração. Parabéns mamães de todo o mundo!

 

Rubens de Almeida – Alemão

alemao.famesp@gmail.com