A LINDA HOMENAGEM PRESTADA AO ARTISTA JOEL ANTUNES LEME

 

Como é maravilhosa esta nossa vidinha! Mais uma vez fui surpreendido com uma atitude dessas de “cair o queixo”. No domingo de carnaval, estava descansando ao lado da família, lá no aconchegante Bairro da Mina, quando bem próximo do horário do almoço, bate à porta o meu particular amigo dos bons tempos do Comercial FC, Silvinho Natali, convidando-me para uma “roda de viola” no rancho do também parceiro Maurílio Bom, o valioso “prefeito” da cidade de Tietê, terra do “home” que preside o nosso Brasil.

Eis que para a minha surpresa um dos convidados dessa “roda” era o mestre da música raiz brasileira, Joel Antunes Leme, o Pedro Bento, da dupla caipira mais famosa do Brasil “Pedro Bento & Zé da Estrada”.Quanta honra!

Que domingo maravilhoso! Que belo encontro de amigos! Entre uma e outra “fêta” do costelão, “chamariz” do encontro (por sinal, muito bem assado pelo “churrasqueiro” Silvinho) e um “punhado” de “redondinhas”, músicas sertanejas das boas eram oferecidas aos presentes pela dupla botucatuense “Zé Olinto & Paulinho”. Pena que os amigos “Gonçalo Neto & Alfredinho” não puderam estar por lá, senão…

“Bão”, até aí tudo bem, até porque estávamos acompanhados de um dos maiores cantores do país, no entanto, aquela tarde que já era agradável, com o passar das horas, transformou-se numa verdadeira “trombada” de artistas da voz. Num determinado ponto da festa – aliás, uma festança onde “rolou solta” uma mistura de surpresas e emoções – aparecem dois guris sertanejos (Guilherme e Givanildo), um deles com apenas quatorze anos, que se “atreveram” a homenagear o querido Pedro Bento. Coisa fantástica de se ver!

“Menino da Porteira”, uma das canções mais antigas dos fenômenos da moda de viola, “Tonico & Tinoco”, foi a primeira música oferecida ao grande ídolo dos caipiras de todo o Brasil. Depois vieram outras e mais outras pérolas. Duplas consagradas como “Gilberto & Gilmar”, Milionário & Zé Rico e “Lourenço e Lourival” também serviram de repertório para rechear a linda homenagem prestada por esses verdadeiros artistas do futuro a esse “baita” astro musical do passado. Quanta emoção!

Pois bem, se por um lado, ouvir aqueles meninos cantar já nos proporcionou alegria incontida – aliás, acho que se esses jovens (assim como o pai deles, Henrique Dias Gabriel, que tem voz parecidíssima com o cantor Marrone) seguirem carreira, com certeza, terão reconhecimento e um sucesso garantido – por outro, foi gratificante demais perceber, entre outras coisas, que essa geração de cantores que está se apresentando, além de mostrar o seu “cheguei”, ainda apreciam (e muito) valorizar os seus “espelhos”. A meu ver, atitudes grandiosas como esta, mexem demasiadamente com o emocional de qualquer homenageado. Aliás, percebi que o coração do carismático Pedro Bento, em alguns instantes daquela apresentação, “voou baixo”, tal a satisfação por estar sendo reconhecido.

Imagino que esse respeitável e “pra” lá de renomado artista sertanejo, já recebeu inúmeras homenagens ao longo da sua vida artística, entretanto, pela simplicidade e humildade com que essa dupla promissora “abraçou” o seu ídolo, não tenho dúvidas de que aquele domingo ficará gravado para sempre no seu coração.

Enfim, a vida é mesmo assim: repleta de surpresas agradáveis. Ao mesmo tempo em que, cotidianamente, deparamo-nos com os mais variados tipos de dificuldades em tudo e para tudo, Deus nos oferece momentos de alegria e bem viver. Quem diria que logo num domingo de carnaval, em que o momento é praticamente todo reservado somente às folias do “Rei Momo”, fôssemos “nóis” (eu e um “montão” de convidados, inclusive o Pedro Bento) presenteados com uma festa todinha caipira e, num cantinho que, de moderno, tem quase nada?

Parabéns grande mestre Joel Antunes Leme, meu querido amigo Pedro Bento, pela linda e merecida homenagem recebida. Sucesso, muito sucesso, meninos dourados “Guilherme e Givanildo”.

Encerrando este “conto”, abraço carinhosamente o meu especial amigo Floriano Pesaro, digno Secretário de Estado de Desenvolvimento Social. Hoje, às quinze horas, com a presença do Senhor Governador do Estado Doutor Geraldo Alckmin e do Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, acontecerá o lançamento do Programa “CRIANÇA FELIZ”, no Palácio dos Bandeirantes, auditório “Doutor Ulisses Guimarães”. Este é mais um, dentre os inúmeros Programas Sociais implantados por este político moderno que merece todo o respeito da sociedade paulista. Lamentavelmente não poderei comparecer para honrar tão nobre convite formulado por este catedrático absoluto das causas e dos programas sociais do nosso Estado. Felicidades, meu irmão!

O meu afetuoso abraço desta semana é endereçado a seis leitores dos meus “causos” semanais: Doutor José Tarcisio Miqueletto, meu médico e conterrâneo do “Bairro da Estação”; Fernando Azanha, o moço mais querido da nossa Ferroviária; Doutor José Carlos Spadotto, meu vizinho de anos e anos na linda e charmosa “Vila dos Médicos”; João Tavares, rancheiro dos bons do Bairro da Mina; Doutor Sebastião Figueiredo Torres, o mais antigo dos meus acompanhantes e o aniversariante de amanhã, Doutor Lourenço Talamonte Neto que, a essas horas, já está curtindo as delícias da praia de Itanhaem com a sua simpática esposa Regina.

 

Rubens de Almeida – Alemão

[email protected]