A GRANDIOSA POSSE DO NOVO SUPERINTENDENTE DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS

 

Na tarde da última sexta-feira (10/02), o Salão Nobre da Faculdade de Medicina de Botucatu (todinho tomado), acolheu inúmeras autoridades civis, militares, políticas e universitárias, para a solenidade de posse do novo Superintendente do Hospital das Clínicas da UNESP, Professor André Luiz Balbi.

Que posse grandiosa e emocionante! A começar pela composição da mesa de frente, que contou com os Deputados Fernando Cury e Milton Casquel Monti, representantes da região; o Presidente da Assembléia Legislativa do Estado, Doutor Fernando Capez; o Secretário Adjunto da Saúde, Doutor Eduardo Ribeiro, que representou o Secretário de Governo da Saúde, Doutor Davi Uip e o Governador Geraldo Alckmin; o Professor Sandro Roberto Valentini, novo Reitor da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”; Professor Pasqual Barretti, Diretor da FMB; Mario Afonseca Pardini, Prefeito Municipal aqui da terrinha; Professor Antonio Rugolo Junior, Presidente da FAMESP; Doutor Eduardo Luiz de Oliveira, digno Procurador do Estado; o queridíssimo Professor Emilio Carlos Curcelli – aplaudido em pé pelos presentes, aliás, uma demonstração de carinho jamais vista, em solenidades dessa relevância – e o empossado André Luiz Balbi – que chegou até a mesa de autoridades acompanhado da Eterna Diretora da FMB, Professora Emérita Dináh Borges de Almeida.

Pena que o ex-prefeito e atual Presidente da FDE – Fundação para o Desenvolvimento da Educação – João Cury Neto, o maior parceiro do HC, nos últimos oito anos, não foi chamado à frente. Se isso ocorresse, com certeza o brilho da tarde seria ainda maior, haja vista, toda melhora que a população botucatuense obteve no quesito saúde, nos últimos tempos, se deve às parcerias firmadas por ele, logo… .

Prazeroso também, foi ouvir os discursos dos oradores. Todos, indistintamente, mostraram-se confiantes no trabalho do novo gestor; explanaram com muita clareza, o que fizeram para a nossa gente, e mais, não deixaram de se colocar à disposição do mais novo Diretor do HC, principalmente, os nossos representantes nas esferas governamentais.

As oratórias dos expoentes da solenidade também “chacoalharam” positivamente os presentes. Tanto o Doutor André, que estava assumindo o cargo, bem como o Doutor Emilio, que estava cedendo a sua “cadeira”, em momento algum, ficaram livres do estado emocional. Talvez pelo tempo em que esteve à frente de tudo, lá pelas bandas do HC, o mestre Emilio foi além, ou seja, quase conseguiu “manchar” aquela celebre frase que ele mesmo disse: ORTOPEDISTA NÃO CHORA! Faltou pouco, (muito pouco mesmo), para “rolar” lágrimas, entre uma e outra palavra, especialmente quando o foco principal foi AGRADECIMENTO.

Como não “falar” um pouquinho do público presente, por sinal, aquele aconchegante espaço nunca recepcionou tantas pessoas ilustres, como naquela tarde. Além de um número enorme de funcionários técnico-administrativos e de Professores (inclusive, Eméritos, como o Ex-Reitor José Carlos Souza Trindade e a Ex-Vice Reitora Marilza Cunha Rudge), muitas autoridades locais, entre elas, o Major PM José Semensati Junior, Coordenador Operacional do 12º BPM I; Capitão PM Alexander Cagliari, Comandante da 1ª CIA do 12º BPM I; Antonio Luiz Caldas Junior, Secretário da Cultura do Município; Doutor Trajano Sardemberg, vice-presidente da FAMESP; Doutores Sidney Lastória e José Goldberg, Executivos da FAMESP; José Carlos Souza Trindade Filho, Chefe de Gabinete da Superintendência do HC; um “punhado” de Prefeitos da região, entre os quais, o renomado Professor de Direito Penal – ora Prefeito Municipal de Bofete – Doutor Dirceu Antonio Leme de Melo e vários colegas da mídia local, lá estiveram e transformaram aquela cerimônia, no mais novo marco histórico da vida deste complexo hospitalar que não para de crescer.

Enfim, quero crer que novos horizontes foram traçados para esse hospital – que é sempre bom lembrar, atende pacientes de mais de setenta cidades da região – “viver” dias melhores e menos turbulentos; e, que aquelas tradicionais filas (de tudo), que, inclusive, foram citadas pelo novo Superintendente, possam ter uma equação definitiva. Acredito também que com a promessa de ajuda dos deputados, Miltinho Monti, Fernando Capez e Fernadinho Cury (nossos “maiores padrinhos”), mais recursos sejam destinados, já a partir deste início de temporada.

Parabéns, Professor, “bom amigo e boa praça”, Emilio Carlos Curcelli, pela linda receptividade que teve, exatamente, no dia do desfecho dos seus trabalhos, que já durava mais de uma década e, mais ainda, pela maneira como foi recebido nesta solenidade. Parabéns, querido Doutor André Luiz Balbi, por iniciar, em meio a tantos convidados de honra, uma caminhada que, não tenho dúvidas, também permanecerá sólida por muitos e muitos anos.

Meu fraternal abraço desta semana é endereçado à Doutora Simone Alves Firmino Tuono, Delegada de Polícia, aniversariante da última terça-feira, e ao ex-bancário, escritor, Professor e respeitável colunista do nosso “Diário”, meu amigo Sebastião “Tião” Mendes. Essa “baita” preciosidade da ABL – Academia Botucatuense de Letras, “dono” da famosa coluna “PAPO CABEÇA”, foi o primeiro, dentre os vinte e um leitores, a me cumprimentar pelo artigo que publiquei na semana passada. Obrigado pelas palavras grande mestre!

Com o mesmo carinho, cumprimento o meu querido irmão Plininho Genta, um dos profissionais mais determinados da Caixa Econômica Federal. Nossos amigos da Associação Atlética Botucatuense prestarão, no mês que vem, uma homenagem maravilhosa a esse “boleiro” de primeira linha do nosso futebol amador.

A partir do dia 26 de março, estará em pleno desenrolar, no campo suíço da simpática “veterana” da Avenida Dom Lúcio, o 30° Campeonato de futebol Suíço que levará o nome de “PLININHO GENTA”, Graças a Deus que ainda existem entre “nóis”, dirigentes de clubes sociais e esportivos que conseguem recordar um passado brilhante de alguns gloriosos esportistas, homenageando-os! Muito mais que merecida esta homenagem! Parabéns, querido companheiro Jânio Gonçalves pela iniciativa!

Que pena! Mais uma vez esta vidinha misteriosa nos deixa profundamente entristecidos. Gostaria de dizer aos meus amigos dos “DRAGÕES DA VILA” que amanhã estarei por lá para curtir a largada do Carnaval Botucatuense, porém…

Perdemos no sábado que passou (11/02), vítima de um acidente aéreo, um amigo mais que especial. Quis Deus que um moço (César Titon), o amigo dos amigos, viesse perder a sua vida logo num final de semana e quando fazia o que ele mais gostava de fazer: VOAR!

Eta “nóis” hein querido irmão! Claro que sabemos que a vida é mesmo assim, no entanto… . Descanse em paz grande companheiro! Que Deus lhe proporcione de novo, a chance de voltar a curtir aqueles bons tempos com a sua “maezona” Dona Albertina e com o seu “paizão” Santos Heitor – o “mestre dos mestres” do som radiofônico da cidade – que já há alguns anos, “habitam” nesse paraíso chamado CÉU. Até qualquer dia, grande parceiro!

Rubens de Almeida – Alemão

[email protected]