A solidariedade da nossa gente, mais uma vez, “aqueceu toda uma cidade”.

Êta cidade maravilhosa! Nosso povo realmente é solidário ? s coisas que amenizam a dor do próximo! Quanto carinho num mesmo lugar e quanta sensibilidade que, graças a Deus, faz da solidariedade nossa marca registrada! Assim é a nossa hospitaleira “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”.

É minha gente, é isso mesmo “… sem tirar, nem por…”, como diz a música. É exatamente desse jeito que a nossa querida cidade, bem como toda a sua população tem que ser reconhecida pela demonstração constante em prol de um mundo melhor.

Quis Deus que, outra vez, um grupo de cidadãos que sempre acreditou na possibilidade de vivermos (todos nós) num mundo mais justo, sem miséria e, principalmente, sem fome e sem frio, se unisse numa manhã bastante fria, nos estúdios de uma emissora de rádio muitíssimo popular da cidade e encontrasse caminhos curtos para amenizar o frio de quem sempre padece com a chegada das baixas temperaturas.

O propósito dessa empreitada foi tão somente chamar a população para participar de uma campanha que visava angariar recursos para a compra de cobertores a serem distribuídos a pessoas carentes do município. Como sabemos, quando o projeto é nobre, seu resultado é muito mais sublime, sobretudo quando os participantes são pessoas de forte credibilidade. Não deu outra, mais uma vez fomos felizes e, com a ajuda da nossa gente, pudemos fazer a nossa parte.

De um simples “encontro” entre alguns representantes da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, Botucatu; do 12º Batalhão da Polícia Militar do Interior; do conceituado Jornal “Diário da Serra”; da querida “Rádio do Povo”, como é carinhosamente conhecida a Rádio Municipalista de Botucatu e do Grupo de Amigos Voluntários, o propósito inicial desse grupo foi consolidado: aproximadamente 3 mil e trezentos cobertores foram arrecadados.

Nesse congraçamento de pessoas do bem, através da rádio, que durou pouco mais de três horas, ocorreram muitas manifestações prazerosas, dentre elas as explanações carinhosas de figuras ilustres como os Deputados Milton Monti e Milton Flávio, do Prefeito Municipal João Cury Neto, dos empresários, Mário Degan, Doutor Mário Colombeli e Fernando Borgato, do Professor da UNESP Luiz Antonio Vane e muitas outras, direcionadas aos organizadores da campanha, todas, indistintamente, tiveram uma relevância brutal no resultado final dessa brilhante ação da sociedade botucatuense. Isso tudo, além dos elogios chegados através dos microfones fortaleceram ainda mais o sucesso dessa encantadora “empreitada” social.

Com as doações, não foi diferente; o que mais deparamos durante todo o desenrolar do programa “A Marreta” daquele dia, foram cenas inesquecíveis. Toda ligação estava intimamente ligada ao objetivo de se conseguir arrecadar o número almejado pelos organizadores (3000 cobertores). Evidente que todo donativo teve a sua importância no sucesso absoluto desta campanha, no entanto, não tem como deixar de aplaudir o “abraço” que recebemos em forma de doação do corinthianíssimo Ailton Rodrigues da Souza, o trabalhador mais conhecido na Rua Amando de Barros. Este cidadão, de cadeira de rodas, se dirigiu até a portaria da rádio e participou da nossa corrente. Que belo exemplo!

“Nóis” que lutamos incansavelmente no sentido de que eventos deste porte continuem acontecendo em nossa cidade pedimos permissão a esse ser humano maravilhoso para, em seu nome, agradecer todos aqueles que nos abraçaram nesta “causa”. Enfim, como disse no título deste “conto”, A SOLIDARIEDADE DA NOSSA GENTE, MAIS UMA VEZ, “AQUECEU” TODA UMA CIDADE.

Parabéns, queridos colegas da conceituada Rádio Municipalista, do nosso “Diário da Serra”, da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB Botucatu, do Grupo de Amigos Voluntários e do 12º Batalhão da Polícia Militar do Interior, pela excelência com que trataram essa parceria. Com a graça de Deus, outra vez atingimos o nosso objetivo.

Meu carinhoso abraço desta semana é direcionado a quatro amigos especiais, com os quais tive o privilégio de acertar uma parceria que culminou com o sucesso absoluto de mais uma ação filantrópica realizada na cidade: Vanderlei dos Santos, um dos maiores nomes da radiofonia botucatuense; Stéfano Garzesi, diretor do “Diário da Serra”; Capitão PM José Semensati Junior, Comandante da 2ª Companhia do 12º BPM I e Dr. Samir Daher Zacharias, Presidente da OAB de Botucatu.

Também de maneira bastante afetiva, saúdo os meus colegas do Grupo de Amigos Voluntários (José Augusto Celestrim Flores, Celso Correa, Wagner “WawᔠRodrigues, Ondina Cotrim, Antonio Sanches, Elisiana Caetano e Arthur Galindo) que, mais uma vez, tiveram uma atuação destacada numa campanha de extrema valia para muitos dos nossos irmãos.

Rubens de Almeida – Alemão
alemao@asu.com.br