A NOSSA ASU AINDA É “VIDA NOVA”.

Os sócios da Associação dos Servidores da UNESP (a conhecida ASU) escolheram, durante todo o último dia 13 de setembro, seus mais novos representantes, que decidirão o destino desta que é, sem dúvida alguma, a maior entidade de servidores de toda a Unesp, pelos próximos dois anos.

Sem páreo e num clima bastante favorável, visto que não havia chapa concorrente – aliás, uma realidade que reflete o nível de aceitação dos servidores, já que desde 2006 não há concorrência – toda a comunidade unespiana festejou a continuidade da Administração “VIDA NOVA” ? frente da conceituada e sempre acolhedora ASU.

Desta vez, dando sequência ao formato de rodízio entre os componentes da administração, os companheiros José Vitor Celestino e Jurandir Marcolino é que assumem os cargos de presidente e vice, respectivamente; ambos terão a missão de, juntos dos demais colegas, apontarem as diretrizes fundamentais para que esta entidade continue no caminho da prosperidade, e o mais importante, despontando como referência positiva não só entre os servidores da comunidade unespiana, como nos arredores do nosso município.

No dia do pleito, os pouco mais de 800 associados também escolheram os três conselheiros fiscais que exercerão com seriedade a fiscalização de todas as ações desenvolvidas na ASU, são eles, os amigos: Marcos César da Silveira, Jairo Tavares Junior e Geraldo Garcia.

Exatamente como disse no título deste texto, a vida da nossa ASU pulsa como nunca, brota outra vez na missão de acolher os servidores associados e desempenhar com qualidade o seu papel. Com certeza, nos próximos dois anos, teremos muitas novidades lá pelos lados da ASU, mais uma vez, geridas por pessoas competentes e comprometidas com o bem estar da nossa gente. Os amigos José Vitor Celestino e Jurandir Marcolino estão com “fôlego novo”.

Com muita alegria, eu que, prazerosamente, ajudei a edificar a entidade e estive na presidência por três mandatos consecutivos (2000 a 2006), com as graças DELE, o nosso PAI, fiquei bastante gratificado.

Primeiramente, porque tive a felicidade de ser o primeiro comandante de um time que mudou a “cara” da nossa “associação”. Qualquer membro do quadro associativo se lembra das inúmeras barreiras que impediram nossa ascensão ao cargo que nos foi destinado em agosto do ano 2000, através da vontade popular.

Nem mesmo as “trapaças” que norteavam os rumos daquela entidade naqueles tempos (tivemos que assumir os nossos cargos com uma medida liminar concedida pela Justiça) conseguiram ofuscar o início de um projeto muito bem esboçado pelo amigo Ademir Aparecido Florian, que visava transformar todo modelo de gestão, nas duas décadas que sucediam aquele momento (isso já dura 12 anos).

Enfim, “nóis” (todos) estamos felizes. Parabéns, coletividade unespiana, pelo belo reconhecimento ao efetivo trabalho que vem sendo desenvolvido há 12 anos; parabéns, grandes companheiros (Vitor e Jurandir) de lutas intermináveis em prol do incremento, cada vez mais forte, desta associação de classe tão respeitada.

Parabéns, grande líder Ademir Aparecido Florian, pela trajetória traçada com tanta sabedoria. Caro amigo, neste mundo passageiro, onde nada é de ninguém, são poucas as pessoas que, mesmo com o passar dos anos, continuam tendo a coragem de reconhecer que o caminho por onde hoje se passa, foi construído por alguém que fez a diferença lá atrás.

Doze anos se passaram e ainda sinto um orgulho muito grande quando me lembro das conversas que tivemos e que me levaram a aceitar a disputa pelo cargo de Presidente da ASU, num momento de muitas dificuldades na entidade. De fato, querido amigo, você não marcou somente a minha trajetória de vida, mas de toda uma legião que, nos dias atuais, encontra na nossa “associação” a certeza de excelente atendimento.

Meu fraternal abraço desta semana vai para cinco unespianos que, há longos anos me fazem companhia no Campus Universitário de Rubião Junior, aliás, todos, leitores dos meus textos semanais: queridos professores Paulo Eduardo de Abreu Machado e Luiz Eduardo Naresse; Luciano Aparecido Dias dos Reis e Marcio Pelares (os “donos” da segurança no campus) e o eterno funcionário da Administração Geral, Jurandy Bertoli de Souza que está gozando a sua justa aposentadoria.

{n}Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com