A BONITA E JUSTA HOMENAGEM PRESTADA AO COMANDO DO 12º BPM I

Tive a grata satisfação de participar, na noite do dia 11 de março, na sede do ROTARY CLUBE DE BOTUCATU NORTE, da reunião semanal dos integrantes daquele respeitável clube de serviço da nossa solidária e acolhedora “CIDADE DOS BONS ARES E DAS BOAS ESCOLAS”. Muitas surpresas foram oferecidas aos presentes, entre elas, uma que, sem sombra de dúvidas, enalteceu alguns profissionais que fazem a diferença na área de segurança do nosso município.

Cada encontro da família rotariana é sempre uma festa, até porque a entidade tem como meta, reunir seus membros ? s terças feiras para jantar e aproveitar o congraçamento para exaltar aqueles que se destacam nas mais diversas áreas de atuação e suas respectivas funções, sejam profissionais, artísticas, no campo político, ou ainda, reconhecer o peso forte do voluntariado dentro da sociedade.

Desta vez, os amigos rotarianos, além de darem as boas vindas a dois novos companheiros (Robson Trevisan e Mauricio Eduardo Meneguim), como sempre fazem, de maneira bastante elegante, ainda prestaram uma bonita e justa homenagem ao comando do 12º Batalhão de Policiamento do Interior.

Claro que o alvo das carinhosas manifestações foi a figura do simpático, competente e, porque não dizer, “pra” lá de espirituoso Tenente Coronel PM Jorge Duarte Miguel; além dos Capitães PM José Semensati Junior e Kátia Regina Firmino Cristofalo (que ocuparão a posição de Major, nos próximos dias), os Soldados Benedito Rocha Machado e Robson Pontes Tavares, também foram lembrados e “abraçados” de um jeito muitíssimo carinhoso.

Foi uma homenagem espetacular, em especial ? dirigida ao Comandante do 12º BPM I. Aliás, poucos dos que estiveram naquela solenidade tinham conhecimento do seu riquíssimo histórico de vida ? frente da PM e do “montão” de serviços prestados por este militar que, infelizmente (para a sociedade) está no aguardo da sua justíssima aposentadoria da nossa gloriosa Polícia Militar.

Quase ninguém tinha ciência (nem eu) da verdadeira raiz de um programa que é desencadeado em diversas cidades brasileiras, inclusive aqui em Botucatu, voltado, exclusivamente, para o bem da nossa juventude, o PROERD – Programa Educacional de Resistência as Drogas. Também poucos sabiam que o Projeto JCC – Jovens Construindo a Cidadania, só chegou ao Brasil graças ? dedicação de alguém especial. Orgulhosamente ficamos sabendo que a implantação de ambos teve o “dedo” dessa figura maiúscula que acabou condecorada naquela festividade.

Confesso que, apesar do vínculo de amizade entre mim e o amigo Jorge ser bastante grande, só conhecia, bem de pertinho, uma das suas inúmeras qualidades, além, é óbvio, da sua competência e do seu ótimo relacionamento com os seus subordinados: o “home” é sanfoneiro dos bons e um grande cantor de música raiz. Não obstante tive até o privilégio de ser presenteado, recentemente, com um CD de sua “marca”.

Enfim, mais uma vez, senti a honra de poder estar presente num ambiente repleto de amigos (Vagner Farias, Presidente atual do Clube; Doutor Newton Colenci; o belo casal, Doutores Minoro e Mitiko Sakate; Doutor Junior Colenci; Caio Paganini Burini; Lelé Basso; Otavio Augusto e muitos outros) que premiou grandes profissionais. Obrigado pelo convite, queridos amigos rotarianos, e os meus aplausos aos homenageados, muito especialmente, ao grande Comandante, Jorge Duarte Miguel.

{n}A FESTA DE FORMATURA DA 1ª TURMA DE BOMBEIRO CIVIL{/n}

Eta vidinha abençoada, igual ao trecho de uma música da dupla sertaneja Vitor & Léo que diz: “…que vida boa; ô, ô, ô, que vida boa…”! Quis Deus que na mesma semana em que fui abraçar amigos especiais na sede do Rotary Clube Botucatu Norte, ali no Bairro do Tanquinho, eu também fosse contemplado com o convite para assistir a uma solenidade de formatura de altíssimo nível: dos alunos da primeira turma do curso de BOMBEIRO CIVIL PROFISSIONAL, do Colégio Vitória.

A festança “pra” lá de badalada ocorreu na sempre aconchegante “CASA DA ARTE”, Salão Nobre da FMVZ – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da UNESP, na noite do último sábado e, mais uma vez, teve “casa cheia”. Meu amigo de causas nobres, Vanderlei dos Santos, outra vez “arrebentou” como chefe do cerimonial, chegando até a ser elogiado publicamente pela Professora Maria de Lourdes Bossano Ferrari, durante o seu discurso.

Familiares, amigos e professores dos alunos formandos, somados aos dirigentes desta instituição de ensino que não para de qualificar profissionais aqui na terrinha, curtiram algumas horas de muita alegria, incontida, por vezes, tamanha a emoção que “falou” mais alto e tocou seus corações, afinal vinte e oito profissionais tiveram seus nomes registrados na história do Colégio Vitória, como alunos da primeira turma de formandos desse importante curso profissionalizante.

Não poderia deixar de prestigiar essa “baita” cerimônia, visto que sempre acompanhei bem de perto, toda a trajetória de três verdadeiros “irmãos” (José Rodinei Pompiani, Alexandro Fagner Ferreira e José Martins de Souza Neto, meu querido amigo Neto do SAMU); três soldados exemplares e valorosos que, é bom dizer, construíram uma bela e respeitável história dentro da instituição UNESP e que, por serem membros responsáveis de quase tudo o que norteou a realização deste curso, foram maciçamente aplaudidos pela grande platéia que lá esteve.

Senti um orgulho enorme ao ser chamado para compor a mesa de frente junto do amigo Paulinho Renato, chefe da Defesa Civil do município e dos vereadores André Rogério Barboza, o Curumim, Lelo Pagani e o Presidente Edinei Carreira, e, mais ainda, por receber tantos aplausos ao adentrar o recinto. Foi honroso demais, obrigado meu Deus!

Tudo, tudo mesmo, aconteceu de maneira magistral. Ademais, como pode não ser bonita uma comemoração na qual, figuras expressivas da sociedade “botucuda” (a maioria absoluta dos formandos é queridíssima na cidade) recebem os seus diplomas, consequentemente, aptos a prestar um serviço da relevância dos oferecidos pelos profissionais do Corpo de Bombeiros a todos nós?

Não foram poucas as homenagens programadas para a noite e, todas (sem exceção) arrancaram palmas e mais palmas dos convidados. A organização do evento teve o cuidado de convidar autoridades ligadas aos conselhos e órgãos que cuidam diretamente desses profissionais e todos foram carinhosamente recebidos, abraçados e tiveram o devido reconhecimento.

Entre as personalidades lembradas estiveram: Cleberson Richerde Scarduelli, Paraninfo da Turma; Ivan Campos de Carvalho, Presidente do Conselho Nacional de Bombeiro Civil, o grande Patrono; Claudete Furlan Mistretta, proprietária da PROSEG e grande parceira do curso e a vice-presidente do Conselho Nacional de Bombeiro Civil, Leila Brandão.

Finalmente, de novo, o pessoal do Colégio Vitória mostrou o quanto é importante qualificar trabalhadores. Graças a Deus, desde sábado passado, a comunidade botucatuense tem ao seu dispor, mais vinte e oito especialistas na arte de salvar vidas e amenizar tragédias. Parabéns a todos os formandos.

Envio, carinhosamente, um especial abraço a um leitor diferenciado das minhas escritas semanais aqui nesta coluna, o Doutor Valter Barbosa, meu amigo de longa data e um dos maiores catedráticos da Odontologia Brasileira.

Também, de maneira afetuosa abraço outro admirador dos meus “causos” semanais: o maior “porcorense” do Distrito de Rubião Junior, meu amigo Valdir Dias do Espírito Santos.

Rubens de Almeida – Alemão
alemao.famesp@gmail.com