Time de Resposta Rápida é implantado no HCFMB

Uma equipe formada por médicos e enfermeiros especializados em atendimento de emergência. Assim é composto o Time de Resposta Rápida (TRR) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), que começou a atuar no dia 12 de março.

Dr. Felipe Rischini, um dos médicos do Time de Resposta Rápida, afirma que é comprovado cientificamente que um TRR aumenta a segurança dos pacientes internados nas enfermarias. “A equipe é composta por médicos e enfermeiros em constante atualização no atendimento e tratamento dos principais agravos dos pacientes internados, como paradas cardíacas”, diz.

A prioridade é atender rapidamente possíveis intercorrências graves em pacientes mais complexos internados nas enfermarias, baseados nas melhores evidências científicas. Com isso, o objetivo principal do TRR do HCFMB é diminuir as complicações desses pacientes, já que está inteiramente a disposição para fazer essa avaliação. Além disso, o número de paradas cardíacas e tempo de internação em UTI serão reduzidos, passando segurança não só ao médico responsável pelo tratamento, mas principalmente ao paciente.

A gerente médica do HCFMB Dra. Paula Gaiolla reforça o empenho da gestão em associar humanização, organização e evidências científicas para otimizar a assistência ao paciente. “A equipe do TRR está muito motivada nessa tarefa, que será um marco na história do HCFMB”, destaca.

O superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi comenta a implantação do TRR. “O Time de Resposta Rápida é mais um avanço da nossa gestão, sempre baseada no atendimento de excelência ao paciente. Tenho certeza que nossos resultados serão visíveis em pouco tempo. Agradeço ao empenho e dedicação de toda a equipe”, finaliza.

Como acionar o TRR?

O Time de Resposta Rápida pode ser acionado pelo Ramal 6555 em qualquer caso de parada cardíaca, mesmo que suspeito. Após a ligação do profissional de saúde, o TRR chegará  rapidamente  ao local da ocorrência. Esse atendimento é chamado de Código Vermelho.

O TRR pode ser acionado também pelo Código Amarelo, que visa prevenir Códigos Vermelhos, via critérios disponibilizados no HCFMB pela equipe médica. O time oferece suporte à equipe responsável pelo paciente.