Projeto Minha Aventura no Hospital é premiado no Congresso da Fundação Otorrinolaringologia

O Projeto “Minha Aventura no Hospital”, uma ação de humanização da cirurgia pediátrica que transforma a entrada das crianças no Centro Cirúrgico em uma viagem ao espaço ou à floresta encantada das fadas por meio de cenários interativos, conquistou o primeiro lugar na categoria Trabalho Original no Congresso da Fundação Otorrinolaringologista da Universidade de São Paulo (USP), um dos maiores palcos de discussão científica da área.

O projeto, implantado em 2020 inicialmente no Hospital Estadual Botucatu (HEBo), tem como principal objetivo melhorar o atendimento à criança, facilitar sua entrada no Centro Cirúrgico, avaliar e principalmente reduzir os mais diversos sentimentos, como:  medo, angústia, insegurança, entre tantos outros que a maioria das crianças demonstram ao precisar de um tratamento cirúrgico.

Com a transformação do Centro Cirúrgico em um cenário de Planetário ou Floresta Encantada, o principal objetivo é que a cirurgia, na mente da criança, se transforme em uma grande viagem, reduzir os mais diversos sentimentos demonstrados pelos pequenos pacientes nesse momento, como: medo, angústia, insegurança; entre tantos outros.

Dra. Silke Weber, Diretora do HEBo e orientadora do estudo que deu origem ao projeto, conta que o “Minha Aventura no Hospital” foi destaque entre 60 trabalhos escolhidos para apresentação oral, garantindo o primeiro lugar no Congresso. “Nosso projeto atendeu aos critérios de originalidade, importância clínica, impacto social e rigor científico, considerando a definição clara dos objetos, metodologia adequada e apresentação dos resultados e conclusões”, explica.

A avaliação do nível de medo, estresse e ansiedade da criança após a implantação do cenário lúdico, foi feito por meio do score CAG (children’s anxiety questionnaire). Os resultados obtidos em 84 crianças, sendo mais da metade submetidas a procedimentos otorrinolaringológicos, mostraram baixos níveis de ansiedade e medo em meio ao cenário da fantasia, consolidando assim o efeito benéfico da intervenção lúdica.

“Este reconhecimento nos traz muita felicidade e muito orgulho de toda equipe, pela dedicação por um trabalho clínicos com indicadores de qualidade e de altíssimo impacto social. O esforço e os resultados mostram que a nossa preocupação com a humanização é parte de todos os segmentos”, finaliza Dra. Silke.

Assista ao vídeo do projeto “Minha Aventura no Hospital”: https://www.youtube.com/watch?v=wTlVxwB1JC4