Ministro da Saúde diz que queda de casos em Botucatu é prova inequívoca da eficácia da vacina

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou sobre a eficácia da vacinação contra a Covid-19, especificamente da vacina Oxford/AstraZeneca, que é usada em um estudo no interior de São Paulo. Resultados preliminares apontam queda de 71,3% de casos da doença em Botucatu (SP) após vacinação em massa da primeira dose há seis semanas.

Em um vídeo enviado e reproduzidos pela TV TEM, Queiroga se mostrou confiante com a pesquisa e aponta a vacina como forma de conter a pandemia de coronavírus.

“A queda de 71% dos casos de Covid após a primeira dose da vacina AstraZeneca, verificada na pesquisa realizada em Botucatu, é uma prova inequívoca da eficácia da vacina e que, na medida em que caminhamos na vacinação, é possível conter o caráter pandêmico da doença.”

O estudo feito pela Unesp, em parceria com o Ministério da Saúde e a Prefeitura de Botucatu, com a vacina AstraZeneca, a segunda mais usada no país contra a Covid, mostrou redução de 71% de casos da doença seis semanas após a vacinação em massa na cidade paulista, segunda semana seguida com queda (veja no quadro abaixo).

Segundo os pesquisadores, era esperada a redução de casos a partir da segunda quinzena de junho, situação confirmada pelos dados preliminares da pesquisa.

“Vamos esperar os demais dados da pesquisa após a segunda dose para termos mais informações para levar à comunidade científica nacional e internacional”, completou Queiroga.

Somente na última semana, fechada no sábado (26), essa média ficou em 40 casos por dia, contra 73 registros na semana anterior, uma queda de 45%. No acumulado entre a quinta e sexta semana após a vacinação em massa, quando começou a ser registrada a queda de casos, a redução foi de 71,3%.

Informações da TV Tem

Veja também 

Ministério da Saúde destaca queda nos casos de Covid-19 em Botucatu