Botucatu faz busca por ‘faltosos’ da vacina contra a Covid

Os cidadãos que ainda não completaram seu ciclo vacinal de imunização contra a Covid-19, devem procurar uma Unidade Saúde o quanto antes. A Prefeitura está fazendo quase que uma busca ativa atrás das pessoas que não se vacinaram em Botucatu.

As pessoas que são alvos das campanhas neste momento são:

-Pessoas que ainda não receberam a 1ª ou a 2ª dose

-Profissionais de saúde e idosos que ainda não buscaram a imunização com a 3ª dose (desde que tenham tomado a 2ª dose com Coronavac há pelo menos 3 meses, ou a 2ª dose com a vacina Astrazeneca há pelo menos 6 meses)

Os interessados deverão apresentar no ato da vacinação documento oficial com foto, CPF, e carteirinha de vacinação que comprova o recebimento de doses anteriores.

Botucatu alcançou uma alta taxa de cobertura da vacina contra a Covid-19 por causa do estudo de efetividade do imunizante da Oxford/Astrazeneca. Mesmo assim, encontra dificuldade para encontrar os chamados faltosos.

Na cidade, 80,54% dos adultos já têm a vacinação completa desde agosto, mas ainda faltam 3 mil pessoas que estão com a carteirinha incompleta.

Para não colocar em risco a proteção de toda a comunidade, equipes das unidades de saúde estão “caçando”, por telefone ou mensagem de celular, os moradores que ainda estão com alguma dose da vacina contra a Covid atrasada. E as desculpas são variadas.

“Uns falam que não tomaram [a 2ª dose] porque estavam viajando, ou que não tiveram como vir, ou que ‘assim que der’ vêm. Outros falam que estão com medo da reação que tiveram na primeira dose e outros ainda falam que simplesmente esqueceram”, explica a técnica de enfermagem Débora Soares Bonfim.

Além das duas doses nos adultos, a cidade já imunizou os adolescentes com a primeira dose e os idosos com a dose de reforço há mais de um mês. E, agora, convoca para mais uma dose também os trabalhadores de saúde.

Casos, mortes e internações em queda

Segundo as autoridades de saúde da cidade, esse alto índice de cobertura vacinal foi o fator fundamental para casos de Covid despencarem.

Na semana passada, foram apenas 60 pessoas diagnosticadas com a doença, uma queda de 46% em relação à semana anterior.

Desde o pico de casos da doença, registrado em junho na cidade, a queda chega a 94%. As internações também caíram quase 89% em relação a junho, e o número de mortes diminuiu 90%.

“Na análise de quem que ainda se interna em Botucatu e de quem que ainda evolui a óbito, temos observado que são pessoas que não se vacinaram com nenhuma dose ou que ainda estão com esquema de vacinação incompleto. Se conseguirmos buscar e vacinar essas pessoas, a gente consegue garantir essa redução nas estatísticas e também manter baixos os níveis de transmissão”, explica André Spadaro, secretário municipal de Saúde.

Informações do Portal G1