Polícia Civil usará Inquérito Eletrônico a partir desta segunda

Arquivo Acontece Botucatu

A partir desta segunda, Bauru e outras 15 cidades da região passarão a contar com o chamado Inquérito Policial Eletrônico (IP-e), que funcionará de forma inteiramente digital, através do uso de certificação digital e integração entre os sistemas informatizados da Polícia Civil e do Tribunal de Justiça (TJ).

Além de Bauru, o Inquérito Policial Eletrônico passará a ser usado nas cidades de Agudos, Duartina, Lençóis Paulista, Pirajuí, Piratininga, Botucatu, Conchas, Itatinga, São Manuel, Bariri, Barra Bonita, Dois Córregos, Jaú, Macatuba e Pederneiras.

Equipes do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol) da Capital vieram até Bauru para dar suporte e ajudar na implantação do sistema. As delegacias receberam novos computadores e os policiais ganharam senhas e estão realizando cursos para operar a plataforma.

O novo sistema irá eliminar de forma gradativa a tramitação dos procedimentos em meio físico, tendo em vista que não haverá mais necessidade de impressão de documentos físicos e assinatura de próprio punho. Com a redução da burocracia, os agentes poderão se dedicar mais à investigação, diz a polícia.

Inicialmente, passarão a tramitar exclusivamente de forma digital novos termos circunstanciados e novos pedidos de medidas cautelares, como, por exemplo, solicitações de mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar e pedidos de medidas protetivas de urgência da Lei Maria da Penha.

Nesses casos específicos, já a partir de segunda, não serão mais aceitos o ajuizamento em meio físico. Os procedimentos anteriores dos tipos, que tramitavam de forma física, continuarão da mesma foram até serem concluídos.

Gradativamente, outros procedimentos, como inquéritos policiais, flagrantes e apurações de atos infracionais, também passarão a tramitar de forma digital até que os sistemas da Polícia Civil e TJ estejam 100% integrados, o que irá eliminar totalmente o uso de expedientes impressos.

Fonte: Jcnet