Morre em Botucatu segunda vítima de acidente com motorista bêbado em Pederneiras

Motorista que atingiu a moto em que estavam avô e neto foi preso em flagrante, mas acabou liberado em audiência de custódia. Adolescente morreu no Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu.

ARQUIVO ACONTECE BOTUCATU

O adolescente de 14 anos que estava na garupa da moto pilotada pelo avô e que foi atingida por um carro dirigido por um motorista bêbado morreu na madrugada desta segunda-feira (10) no Hospital das Clínicas de Botucatu (SP).

O carro atingiu a traseira da moto que eles estavam na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, em Pederneiras (SP). O avô morreu no local do acidente, na noite de sábado (8).

O motorista do carro que provocou o acidente chegou a ser preso, após o bafômetro constatar que estava bêbado. O exame constatou 0,27 miligrama de álcool por litro. Após a elaboração do flagrante, ele passou por uma audiência de custódia e irá responder ao processo em liberdade.

Segundo a Polícia Rodoviária, o motorista do carro, um homem de 28 anos, que não teve a identidade divulgada trafegava pela rodovia no sentido Pederneiras-Bauru, quando colidiu na traseira da motocicleta. O acidente ocorreu na altura do quilômetro 216.

A moto era conduzida por João Batista Garcia, de 56 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Na garupa, estava João Gabriel Henrique da Silva, de 14 anos, que era neto da vítima.

O adolescente chegou a ser socorrido ao Pronto-Socorro e devido a gravidade dos ferimentos precisou ser transferido para a Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas de Botucatu, mas morreu durante a madrugada.

Fonte: G1