GCM flagra adolescente em situação de prostituição na Cecap

No início da tarde desta sexta-feira, dia 19, os guardas civis municipais Giselle e De Santi faziam patrulhamento preventivo na Região da CECAP, quando foram acionados por um cidadão que não quis se identificar.

O mesmo denunciou de maneira anônima, dando conta que em um determinado bar na Região da CECAP, havia uma adolescente de 16 anos em situação de prostituição. Prontamente se dirigiram para o bar, onde lá localizaram uma mulher de 18 anos e uma adolescente de 16.

indagadas sobre o dono do bar, alegaram que havia saído do local há pouco tempo. Em um primeiro momento, somente a mulher de 18 anos confessou que estaria no local fazendo programas sexuais.

A mãe da menor compareceu no bar e as partes foram conduzidas à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde se apurou que a adolescente estava fazendo programas sexuais naquele bar. Também foi declinado o nome de um suposto cliente da adolescente de 16 anos.

Todos os envolvidos foram ouvidos, porém, o dono do bar, que configura como autor em boletim ocorrência, não foi localizado. Ele poderá responderá pelo crime de corrupção de menores, conforme tipificado pela delegada de polícia da DDM.