GCM fecha o mês de fevereiro com mais de 4 mil ações realizadas

No último mês de fevereiro, a Guarda Civil Municipal teve bastante trabalho na Cidade de Botucatu. Ao todo foram desempenhadas 4.060 ações no Município, desde averiguação de ocorrências de furto e acidentes de trânsito até resgate de animais e auxílio a migrantes.

Os destaques vão para o GAPE, Grupo de Ações Preventivas Especiais, que dentre os diversos patrulhamentos conseguiu prender 7 indivíduos por tráfico de drogas e capturou mais 7 condenados pela justiça; para o GPA, Grupo de Patrulhamento Ambiental, que realizou 104 patrulhamentos, atendendo 21 casos de descarte irregular de lixo, 22 resgates de animais e 4 denuncias de maus tratos a animais domésticos; e para a Patrulha Maria da Penha, que fez 177 visitas à vítimas de violência doméstica.

O 199 foi acionado 4.166 vezes pela população. Ao todo neste ano de 2018 o número de trabalhos desempenhados pela Guarda já ultrapassou 8,4 mil.

“Nossa equipe de Guardas está bastante empenhada em atender o máximo de ocorrências possível e oferecer à população segurança. Graças ao bom treinamento dos nossos homens, e dos equipamentos que temos ao nosso dispor, conseguimos ter êxito em nossas ações”, afirma o Secretário Municipal de Segurança e Direitos Humanos, Marcelo Emílio de Oliveira.

Comparativo

De acordo com dados transmitidos pela Polícia Civil, a Guarda Civil Municipal elaborou um levantamento que também mostrou a diminuição de ocorrências registradas, se comparados os dois primeiros meses de 2016, 2017 e deste ano. Por exemplo, o número de furtos registrados diminuiu de 215 ocorrências em 2016 para 197 em 2017 e para 176 neste ano. Os furtos de veículos também diminuíram. Foram 11 em 2016, 14 em 2017 e 6 em 2018.

Os casos de lesão corporal também tiveram redução. De 105 casos em 2016, o índice diminui para 85 em 2017 e para 63 neste ano.

O número de prisões aumentou. Em janeiro e fevereiro de 2016 a GCM havia registrado 31 casos, número que subiu para 42 no ano seguinte e para 49 em 2018.

Uma das justificativas para esses bons resultados da Guarda estão em algumas operações, como a Praça Segura, realizada no período noturno, visando reforçar a presença da GCM em locais que são alvos constantes de denuncias por perturbação do sossego público, prática de crimes como tráfico e consumo de drogas e bebidas alcoólicas, vandalismo e prostituição.

Foi realizada também uma operação especial nos arredores das escolas da Cidade, monitorando e afastando a presença de traficantes comercializando entorpecentes e inibindo a ocorrência de brigas e consumo de álcool e drogas nas proximidades escolares.

Outras ferramentas utilizadas para aproximar a Guarda da população foram as Reuniões Comunitárias em bairros da Cidade, que tiveram o objetivo de conhecer os problemas de segurança enfrentados pela população e promover soluções de forma mais direta. A intenção da GCM é de visitar todos os bairros do Município.

GCM em Vitoriana

Já estão em treinamento dois novos guardas civis municipais, nomeados neste mês de março, que atuarão diretamente no distrito de Vitoriana. Os novos guardas fortalecerão também o patrulhamento comunitário no Rio Bonito, Mina, Porto Said e Alvorada da Barra.