Proibição de pulverização aérea é tema de audiência pública em Botucatu

Foto Brasquímica

O deputado estadual Padre Afonso Lobato (PV) realiza nesta quinta-feira, 05, na Unesp de Botucatu, uma audiência pública para discussão sobre o projeto de lei n.º 405/2016, de sua autoria, que pretende proibir a pulverização aérea de agrotóxicos no Estado de São Paulo. O projeto já vem sendo debatido em várias reuniões e uma audiência pública já realizada na Assembleia Legislativa no ano passado.

Segundo o deputado, o Brasil é o país que mais consome agrotóxicos no mundo e a pulverização aérea de agrotóxicos, além de se mostrar ineficiente em diversos casos, traz riscos para a saúde humana e para o equilíbrio do ecossistema.

“Isso compromete a qualidade de vida e a sobrevivência de diversas espécies, principalmente das abelhas, que são as responsáveis pela polinização de uma grande parte dos nossos alimentos”, afirma. Segundo pesquisas, cerca de 70% de todas as culturas agrícolas dependem dos polinizadores e estima-se que 1/3 dos alimentos que chegam à mesa precisam deles para serem cultivados.

No Estado de São Paulo há vários casos de mortandade de abelhas associados ao uso da pulverização aérea de agrotóxicos. “Algumas cidades estão rodeadas por grandes áreas de monoculturas que utilizam a pulverização aérea como prática agrícola, o que potencializa o efeito destes produtos no ar e pode comprometer tanto a zona rural como os centros urbanos”, diz o deputado.

Da audiência desta quinta-feira devem participar representantes dos apicultores, do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Pastoral de Fé e Política, professores, estudantes e de outros segmentos interessados no assunto.

………………………………………………………………………………………………………………

SERVIÇO

Audiência Pública para discussão do Projeto de Lei 405/2016, que proíbe a pulverização aérea de agrotóxicos no Estado de São Paulo

Data: 05/04/2018
Horário: 19h

Local: Anfiteatro da Central de Aulas da FMVZ – Unesp

Fazenda Lageado – Botucatu (SP)