Matando no Peito, com Zé Airton – 24/02/2018

=RELEMBRANDO – BOA VISTA F.C.- DENTE DE LEITE 69=

Ontem (1969) eram Dentes de Leite, hoje (2018), aqueles que ainda continuam batendo sua bolinha, são Veteranos ou como modernamente se diz “Masters”.

Esse é o milagre que somente uma foto antiga pode produzir, quando apresentamos a equipe DENTE DE LEITE DO BOA VISTA posando em ANTONIO DELMANTO assim constituída:

Em pé: NICO (técnico) – TUTA – LUIZ – NILTÃO – NIVALDO – ZÉ BARTOLI – GÉRSON TAVARES – PAULO e TONÃO GALHARDO (diretor).

Abaixados: ZÉ BOFETE – VICENTE – FERNANDO FONSECA – PAULO AMORIM – PIÁ – ORLANDINHO SALGADO e o OSMIR, prezado PARDAL.

= RECORDANDO – ÔNIBUS ITE 1984=

É uma satisfação imensa para quem o faz e também para quem dela participa quando através de foto, recordamos época áurea da vida esportiva de jovens botucatuenses.

Assim acontece com a foto anexa quando apresentamos a moçada que compunha e equipe futebolística do ÔNIBUS – ITE – 1984 que posa no campo do La Salle assim alinhada:

Em pé: CLEMENTE RONCARI – ETO – BENE – DU TORRES – MARQUINHO ALVARENGA – CABELO e MARCELO LANHOSO.

Abaixados: GUILHERME – MIGUELZINHO GALVANI – PLININHO GENTA – MAURO SÉRGIO (o BILO) – PAULO BUCHIGNANI e LÔ FIUZA (i.m.).

Tempos memoráveis da vida de estudante…

=SE É FOTO É FATO=

Por ocasião daquela famosa excursão do Vermelhinhos E.C. à Capital, para disputa das finais do Troféu Bandeirantes de Futebol de Salão, num domingo de folga toda nossa delegação foi visitar o MUSEU DO IPIRANGA.

Em lá chegando fomos recepcionados por um competente guia que a certa altura apontou:

– “Reparem rapaziada, aí nessa urna (foto anexa) estão as cinzas de D. Pedro I”, recebendo de nosso técnico Mércio Moreira o seguinte comentário: – “Puxa vida meu; como fumava esse homem, deve ter morrido ainda moço”.

O comentário foi cômico, porém, serviu para que os demais amigos da delegação que eram fumantes inveterados deixassem esse terrível vício imediatamente…

CULTURA APLICADA AO ESPORTE TAMBÉM  RECUPERA!

=EPÍLOGO=

“FRACASSAR NÃO É CAIR, MAS SIM SE RECUSAR A LEVANTAR”.