Justiça mantém cancelamento de evento de Rock no Parque Municipal

Os organizadores do Fim de Semana Mundial do Rock divulgaram nas redes sociais a confirmação de que o evento não será realizado por determinação da justiça.

“Viemos informar que, infelizmente, o FimDeSemanaMundialDoRock foi embargado por determinação da Justiça. Em breve mais informações em uma Nota Oficial.
Agradecemos a compreensão de todos”, disse postagem na página do Facebook. Confira a nota divulgada:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Botucatu MetalStock, produtora responsável pela organização do “Fim de Semana Mundial do Rock”, informa que, infelizmente, o evento, que aconteceria neste final de semana na cidade, precisou ser cancelado em razão de problemas com alguns dos documentos exigidos pela Justiça, que não puderam ser emitidos em tempo hábil.

Todas as providências para a expedição das autorizações necessárias já foram tomadas e uma nova data para a realização do evento será agendada em breve. Pedimos desculpas às pessoas que se programaram para participar do festival e também aos músicos que confirmaram presença, a quem devemos todo o nosso respeito e admiração.

Daremos ampla divulgação assim que for estiver definida a nova programação.

Contamos com a compreensão de todos.

Entenda o caso

A decisão judicial foi proferida na noite desta sexta-feira, 12. O Juiz da 1ª Vara Criminal, Dr. Josias Martins de Almeida Junior, que cita a falta de alvará para este fim e também do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) para o evento.

A sentença ainda determina que as Forças de Segurança e Conselho Tutelar lacrem o recinto, pois não haveria tempo hábil para a organização regularizar a situação. O Juízo da 1ª Vara determinou também a divulgação da sentença nos órgãos de imprensa da cidade.

O evento, que começou nesta noite, também seria realizado nos dias 13 e 14 (sábado e domingo), no Parque Municipal Joaquim Amaral Amando de Barros, no Jardim Paraíso. Confira no link abaixo a sentença e todos os pontos colocados para o cancelamento do evento de acordo com Justiça.

decisão-pq-municipal