EFAC entrega cerca de 500 mechas para Amaral Carvalho

Equipe da EFAC junto ao Eduardo Piragino, diretor de Apoio Social do Amaral Carvalho e Eleonora de Jesus Pontes, paciente do Amaral Carvalho.

A campanha “Mecha Solidária” realizada pela rede de franquias EFAC – Formação Profissional da Beleza – foi um sucesso. Só no ano passado foram arrecadadas cerca de 500 mechas que serão transformadas em perucas para pacientes em tratamento contra o câncer no Hospital Amaral Carvalho, de Jaú.

A 3ª edição da campanha aconteceu nas sete unidades da rede, localizadas em Lençóis Paulista, Bauru, Avaré, Botucatu, Jaú, Marília e Sorocaba, tendo como alvo o Dia D, em 26 de outubro.

“Ficamos muito felizes com o resultado e agradecemos à todos que se colocaram à disposição para fazer a doação. É por uma causa nobre”, diz Marta Rocha, presidente da rede.

A entrega das mechas

As cerca de 500 mechas arrecadadas foram entregues, quarta-feira, 17, na Casa de Apoio aos pacientes em tratamento contra o câncer, em Jaú. O cabelo agora será encaminhado para a Entidade Anna Marcelina de Carvalho, responsável pela produção e empréstimo das perucas.

Benedito de Oliveira, tecelão de cabelos de Boituva é quem irá produz as perucas. Ele utiliza 250 gramas de cabelos – doação de cerca de quatro a cinco pessoas – para confeccionar uma única peruca.

“É uma grande alegria receber a doação e saber que a EFAC se sensibiliza com a causa do Amaral Carvalho. O impacto dessas mechas na vida das pacientes é muito importante, está ligado diretamente ao resultado do tratamento. Com a peruca a paciente se sente mais confortável, com autoestima elevada, o que também acontece com a pessoa que faz a doação e tem seu cabelo cortado”, diz Eduardo Tadeu Guedes Piragino, diretor de Apoio Social do Amaral Carvalho.

Eleonora de Jesus Pontes, secretária e professora, e em fase final do tratamento contra o câncer, é uma das pacientes que faz uso da peruca. “A peruca é como se fosse uma medicação, ela levanta a autoestima da pessoa. Com o cabelo você tem ânimo para se arrumar, se vestir bem, tem coragem de sair de casa”, conta.

 

Ação segue neste ano

A campanha “Mecha Solidária” continua em todas as unidades da EFAC neste ano.

“Aproveitamos para convidar toda a comunidade a se engajar com a EFAC nesse projeto. Esse ano pretendemos dobrar a quantidade de mechas arrecadadas”, ressalta Marta.

Para fazer a doação, as mechas devem ter, no mínimo, 15 centímetros de comprimento e o cabelo precisa estar em bom estado. Pode ser natural ou com química (tintura ou alisamento).

Uma equipe de alunos e professores da EFAC está disponível para realizar o corte, basta conferir a disponibilidade de horário junto à escola mais próxima. Já quem teve o cabelo cortado pode entregar a mecha em uma das sete unidades da EFAC.