Após polêmica de aglomeração, Caio anuncia que funcionários ficarão afastados em Botucatu

O Grupo Caio Induscar anunciou na tarde desta segunda-feira, 23, uma série de medidas frente ao momento de ameaça ao coronavírus. Em comunicado, elencou algumas medidas que entram em vigor já nesta terça-feira, 23.

Os funcionários deverão ser afastados das atividades a partir de amanhã, devendo ficar no chamado isolamento social. Outros setores específicos farão esquema home office.

Mais cedo o Acontece Botucatu noticiou a preocupação dos colaboradores com a intensa aglomeração na fábrica. A empresa realizou diversas reuniões, inclusive com o Sindicato dos Metalúrgicos, para chegar a esta decisão.

Confira nota da Caio 

“Além das ações já realizadas no Grupo Caio Induscar, a fim de reduzirmos o risco de disseminação do Coronavírus, será adotada outra medida para a manutenção da saúde e bem-estar de todos os nossos colaboradores, auxiliando a sociedade nessa luta.

De acordo com a Medida Provisória 927/2020, do Governo Federal, adiantaremos os feriados de 21 de abril, 01 de maio, 09 de julho e 07 de setembro. Dessa forma, todos os colaboradores do Grupo Caio serão afastados de suas atividades a partir de amanhã, 24 de março de 2020, devendo permanecer em casa, em isolamento social.

Alguns setores que possuem atividades especiais, receberão orientações para continuarem em atividade, em casa (home office).

Nessa semana, a direção da Caio está em negociações com o Sindicato, para a definição de outras medidas de isolamento”

Relembre 

Funcionários da Caio reclamam de contato físico excessivo e aglomerações; empresa diz que está tomando medidas importantes para solucionar