Matando no Peito, com Zé Airton – 28/10/2017

 

=RECORDANDO – PROFESSORES ANOS 50=

De longa data vem nosso slogan, “Cidade dos Bons Ares e das Boas Escolas”; também pudera!, com esse clima que a natureza nos privilegiou e os Professores que tivemos e continuamos tendo, nada mais apropriado.

Para conhecimento dos mais novos, pois os antigos os conheceram de sobejo, publicamos hoje a foto do Time de Futebol dos Professores, posando no gramado da AAB, nos anos dourados de 50, assim alinhados:

De pé: JAIRO – NANDO – JAYME CASSETARI – NELSON PEREIRA –  JAIR – JONAS ALVES – ZIP e o CID GUELI (técnico).

            Abaixados: GASTÃO DAL FARRA – CUTER – ELIAS FERRARI – ALCEU POTIENS – VALDOMIRO CURI e o CARLOS BAUER.

Conheci a todos, pois fui aluno deles, e posso afirmar com convicção que nas salas de aula foram inigualáveis; na vida pessoal sobram adjetivos qualificativos e no gramado esforçados alunos.

Alguns já nos deixaram e descansam em Paz…

 

=RELEMBRANDO – INDEPENDENTE F.C.=

Relembramos também, na foto 2, que todas as tardes de domingo, em seu campo lá na Vila Rodrigues, sua fanática  torcida emitia o grito de guerra “VAI PENDENTE” e lá dentro das quatro linhas seus atletas com extrema dedicação suavam aquela famosa camisa de listras horizontais vermelhas e verdes, em busca de mais uma vitória, como foi o caso daquela tarde de Dez/59, quando nosso querido INDEPENDENTE DE VILA RODRIGUES conquistava o título de um torneio entre bairros da cidade, assim alinhado:

De pé: NIQUINHO – ZINHO – BECÃO – RUBENS – PARRÉ – ARI ANTIGAS – WALDOMIRO NEGRÃO – TONHO FOGA – CLEITON FORTI e o MOACIR ATLANTIC.

Abaixados: EDINHO NEGRÃO – PICA – LAIR LACERDA – DEMINHA OLIVEIRA – TONINHO ANTIGAS, e o mascote CARLINHOS NEGRÃO.

Parece sonho, mas creiam senhores era pura realidade…

 

=SE É FOTO É FATO – CANETA=

Domingo que passou vimos nos gols da rodada do Brasileirão uma belíssima jogada de um jovem atacante jogando a bola entre as pernas de seu adversário e pegando-a do outro lado (famosa CANETA) e ficamos matutando como na infância não aprendemos realizar essa linda jogada.

Após muito pensar concluímos que como jogávamos ali no campinho do Santuário; no Ginásio Diocesano e no Seminário e os religiosos, nossos adversários da época usavam e jogavam com aquelas imensas batinas isso não foi mesmo possível…

Durma-se com um barulho desses!!!

 

PERGUNTA DA SEMANA:

P- QUAL A DIFERENÇA ENTRE O ESPELHO E “ALGUMAS MULHERES”???

R- OS ESPELHOS REFLETEM MAS NÃO FALAM ENQUANTO QUE “ALGUMAS MULHERES” (SÃO POUCAS) FALAM SEM REFLETIR!!!

 

=EPÍLOGO=

“A VELHICE É IGUAL A FORMAÇÃO DE UM LAGO POIS SUAS ÁGUAS NÃO CORREM MAIS PARA O MAR MAS PODEM SER APRECIADAS”.