Matando no Peito, com Zé Airton – 24/07/2021

 

=DURATEX=

Semana que passou tomamos conhecimento de duas auspiciosas notícias que nos causaram imensa satisfação…

A primeira relacionada à Economia, causada pela manifestação de seu mandatário mor, que anunciava oficialmente a volta para nossa cidade da importante DURATEX agora denominada DEXCOR que deverá criar uma grande oportunidade de empregos para nossa gente…

A segunda relacionada ao esporte pelo recebimento da foto anexa que nos foi enviada pelo prezado amigo FÁBIO MACIEL, o FABINHO CHOCOLATE, que retrata a poderosa equipe de Futebol de Salão da DURATEX campeã da Copa Super Zé 87 que nos fez recordar de grandes amigos que nela posam assim alinhados:

De pé: MILTINHO (Técnico) – EDGAR – NEI – NELSINHO – FABINHO – CINTRA – EDICEU – FÁBIO GOES…

ABAIXADOS: RONALDO – NINÃO – MÁRIO PARDINI – ANDRÉ SELPS e DI (Auxiliar).

“Tempo bão, não vórta mais, saudades só o tempo nos traz” (LILICO).

           

=RELEMBRANDO – AAB=

Na época de ouro do futebol profissional em nossa terra tínhamos duas equipes de proa disputando os principais campeonatos e torneios da Federação Paulista de Futebol.

Sempre foram formados grandes times com atletas da cidade e outros vindos de fora como é o caso da A.A.Botucatuense, que hoje apresentamos, podendo ser observados:

Em pé: OSVALDO (Piracicaba) – TIDE (Paraná) – FRIAÇA (S.Paulo) – TISNAU (Botucatu) – CIGANO (Rio de Janeiro) – SÍLVIO (Avaré).

Abaixados: PULGA (Itatinga) – JOÃO PRETO (Paranhos) – JONAS (Pres. Prudente) – NÉZIO (S.Paulo) e o SOUZINHA (Bauru).

Bem à frente o saudoso CARLINHOS LECIOLI, que era naquele tempo o mascote do time.

Alguns já se foram deste mundo e desejamos que descansem em paz.

 

=RECORDANDO – E.C. SÃO LUIZ=

“Alguns jogos não acabam quando terminam, ficam para sempre em nossa memória”; esta citação bastante ouvida nas conversas entre “boleiros” é uma realidade evidente, pois que, até hoje recordamos daquela memorável tarde de domingo dos anos 50 quando atuando pelo querido E.C. SÃO LUIZ, lá da Vila Pinheiro, conquistamos, na decisão por pênaltis, o título máximo daquele emocionante torneio jogando justamente  contra o nosso maior rival, a equipe do Comercial, em jogo realizado lá no Lageado (campo neutro).

Jogou o alvinegro do Santo famoso, conforme foto acima, com a seguinte formação:

Em pé: BARBOSA (técnico) – NELLI – ROQUE – DUA ANGELA – JAIR – DENA – BARRANCO e o Seu OSVALDO (diretor).

Abaixados: VALDIR PACHARONI – NARDO GUERREIRO – VÉIA – ZÉ AIRTON – VANDE MACACO e o CLAUCI (massagista).

Alguns desses amigos já nos deixaram e descansam em Paz.

 

=SE É FOTO É FATO=

Ainda jovem, como convidado, fomos certa manhã de domingo jogar pela Portuguesinha, time do Seu Joaquim Manuel, lá nos altos na cidade, campo da Vila Mariana.

Saída marcada para o Largo do Paratodos e assim que o relógio da Nossa Senhora de Lourdes badalou 9 horas toda delegação embarcou no caminhãozinho.          Dada a partida (no caminhão é claro) não pegou pois estava com a bateria arriada o que obrigou  todos  descerem e no “muque” levá-lo “morro acima”, estava assim efetuado o aquecimento para aquela dura batalha que terminou empatada (0x0).

Na volta, outra desagradável surpresa, como falharam os freios, tivemos que trazer aquela “geringonça” “morro abaixo” também no “muque’”.

Confesso que até hoje não entendi a função daquela “condução” naquele time Luso, pois até hoje estou cansado…

 

=PERGUNTA DA SEMANA=

P – POR QUE PLANTINHA NÃO ENTRA EM HOSPITAL?

R – PORQUE LÁ SÓ TEM PLANTÃO!!!

 

=FRASE DA SEMANA=

“AMAR É PROCURAR MUITO MAIS O BEM DO OUTRO QUE O SEU PRÓPRIO.”

 

=EPÍLOGO=

Transcrevemos abaixo cópia da mensagem que recebemos há vários anos já passados enviada pelo nosso saudoso amigo irmão JOÃO GODOI FILHO, ei-la:

 

EM TOM DE PRECE

Meu  Deus,  nos momentos de  decepção e de  tristeza,  fique comigo,

Não deixe  que minh’alma se encha  de amargura e que minha  fé

vacile. Faça com que eu creia sempre que, por seu infinito amor,

aquilo  que passei  ou venha a  passar,   não seja nunca  maior

que minha resistência.  Que eu saiba  sempre   que,  quando

as coisas não correrem conforme o meu desejo,é porque o

Senhor sabe melhor  aquilo que me convém.  Que aci-

ma de tudo,  meu coração não abrigue o ódio nem

mágoa de quem  quer que seja. Que eu acredite

sempre na vitória final do bem, do amor e da

verdade.Que a vitória da injustiça sempre se

me afigure temporária.Que eu me desligue

das verdades passageiras,e que encontre

a única verdade duradoura, a fé ina-

balável no seu amor e na sua infini-

ta compaixão. Ajude-me Senhor!

Mande-me sofrimentos e prova-

ções, se assim for necessário,

mas fique sempre comigo.

===