Matando no Peito, com Zé Airton – 21/08/2021

 

=RECORDAÇÃO PALMEIRAS x FERROVIÁRIA=

Para satisfação de nossos amigos “palestrinos”, e também dos torcedores ferroviários de outrora, nosso fundo do baú revive hoje a história de um dos maiores espetáculos futebolísticos ocorridos nesta cidade na década dos anos 50.

Para disputa de partida amistosa nossa A.A.Ferroviária recebe a poderosa equipe profissional da S.E. Palmeiras da Capital e eram exatamente 15 horas daquela ensolarada tarde de domingo do mês de junho de 1954, quando as equipes adentraram o gramado do Gigante da Baixada, assim constituídas:

Pelo alviverde da capital, na foto nº 1, temos:

Em pé: LAÉRCIO – DEMA – BELMIRO – MANUELITO – MÁRIO TRAVAGLINI e o fenomenal WALDEMAR FIUME.

Abaixados: RENATINHO – RICHARD – NEY – JAIR e RODRIGUES.

Pelo nosso Tricolor, foto nº 2, temos:

Em pé: RUBENS GALVANI – JORGE BENVINDO – DOMINGOS CORVINO – TÉCIO NUNES – SÉRGIO SPERNEGA e o ALIPIO.

Abaixados: massagista Seu ZÉ COSTA – GOIANO – CÍCERO – BIDULA –  COBRA e BAÍA.

Após os noventa minutos venceu o maior preparo físico da equipe palmeirense, pois na parte técnica – tática as equipes se igualaram, tendo o espetáculo agradado em cheio aquela verdadeira multidão de torcedores que superlotou Acrisio Paes Cruz, na ocasião.

Quantas saudades …

 

=RELEMBRANDO HIDROPLÁS 1988=

            Com bastante satisfação e até mesmo emocionado relembramos hoje da equipe do nosso EXPRESSINHO que sob nossa direção técnica e representando a HIDROPLÁS sagrou-se campeã invicta do Torneio Infantil Cidade de Botucatu no ano de 1988, marcando 24 gols e sofrendo apenas 2, sendo o Artilheiro da competição o centroavante BIRO PILAN.

Os atletas que compunham uma das nossas equipes que atuaram posam na montagem da foto anexa, assim alinhados:

ALEXANDRE COELHO – JULIANO CALONEGO – FRANZ BURINI – GUSTAVO MENEGUELA – ALEXANDRE ANGELA – GUSTAVO TÂMEGA – RENATINHO FRANCISCO – MARCOS PAULO – JUNINHO ARANTES – BIRO PILAN e GU ARBEX .

Grandes amigos até os dias de hoje…

 

=E.C.INCA=

São passados quarenta anos daquele dia 22 de junho de 1981 ocasião em que esses meninos de ontem, homens de hoje, componentes da equipe juvenil do E.C.INCA, galhardamente recebiam suas faixas de Campeão da cidade, tão merecidamente conquistadas no campo de luta.

Craques na acepção da palavra que honravam as tradições esportivas do Índio da Vila Antártica, podemos observar:

Em pé: SILVINHO – NILTON – JOCA – NANDO – TURQUINHO – DOACIL –  ARNALDO –  PONIQUE e o GENINHO.

Abaixados: BATATA – POLACO – WAGUINHO – CACO – FERINHA –  JOÃOZINHO e o ALMIR.

Nosso Criador já chamou para Seu Reino alguns destes nossos amigos, desejamos que descansem em paz.

 

=NOSSO ESPORTE – NOSSA GENTE=

Contam-nos alguns amigos mais usados, aqueles que já ultrapassaram a barreira dos “setentinha”, que na sua época de jovens, em nossa cidade, havia somente uma banda de música em atividade.

Certa feita referida “furiosa” recebeu convites para participar e abrilhantar dois acontecimentos que seriam realizados em locais diferentes, porém no mesmo horário o que os obrigou a decidirem se abrilhantavam importante solenidade religiosa na Praça da Catedral ou uma também importante partida de futebol lá nos altos da cidade.

Maestro e músicos optaram pela segunda hipótese e foram ao jogo o que propiciou a revolta da autoridade religiosa mor, que prognosticou: “- Nesta terra o futebol não vingará”!

Dito e feito, pois, conforme salienta o vulgo popular, praga de p _ _ _ e pega mesmo e ele foi definhando, definhando e sumiu, sendo que até hoje, após seu falecimento, nunca mais deu sinal de vida…

São coisas do folclore esportivo desta urbe. Vero ou non???

=PERGUNTA DA SEMANA=

P – SERÁ QUE SE A TERRA NÃO GIRASSE HAVERIA MENOS TONTOS NO PLANETA??

R – VOCÊ DECIDE…

=FRASE DA SEMANA=

“A ARTE DE VENCER , APRENDE-SE NAS DERROTAS…” (Corintianismo)

=EPÍLOGO=

“A PARTIR DE HOE CUIDAREI SOMENTE DA MINHA SAÚDE, POIS DA MINHA VIDA MUITA GENTE JÁ CUIDA” (Staff).