Matando no Peito, com Zé Airton – 07/12/2019

 

=RECORDANDO – MD-30=

A prática do futebol nos oferece a oportunidade de sadio relacionamento pois ao ingressarmos em uma equipe passamos a conviver quase que diariamente com outros seres humanos e essa salutar convivência, em pouco tempo, nos faz passar a considerá-los e ser por eles também considerado como um amigo-irmão.

Tal situação aconteceu conosco quando passamos a fazer parte da sempre lembrada equipe do MAIS DE 30 (MD-30) de nossa cidade que até hoje nos traz inúmeras recordações positivas.

A foto anexa nos revela uma de suas formações posando no gramado do Bauru Atlético Clube, assim alinhados:

Em pé: CLARÃO – PEDRO FERNANDES – LAÉRCIO CORULI – MOACIR TREVISAN – PAULINHO – DITINHO PEREIRA – BIÉ – VEIGÃO – ZÉ AIRTON – CELESTRIM e BREDÃO.

Abaixados: PAULO COCADA – MANÉ MOSCA – MÁRCIO LOTUFO – JOÃO PIQUERA – MÉRCIO MOREIRA – EDUARDO ZUCARI – ADEMARZINHO MESSIAS e o ARTUR SIMÕES (TUTA).

Alguns desses amigos hoje moram no Céu…

 

   =RELEMBRANDO – AAB Estrela Solitária=

Década dos anos 60 do século passado e mesclando atletas da cidade com outros vindos dos mais distantes rincões a querida VETERANA monta esse esquadrão da foto acima.

Lá da baixada subiram o Rubens Galvani e o Domingos Corvino; do Lageado veio o Arari; da Vila Maria a revelação Ademir França; de Bauru chegou o Miro; de Ribeirão Preto o Zezinho; de Andradina o Heitor; do Verdão e Moleque Travesso trouxeram o Nézio Ferri e também da Capital vieram o Silva, Roberto e William, ficando assim formado esse belo time que a representava nos Campeonatos Oficiais da Federação.

Posando em Antonio Delmanto, podemos observar:

Em pé: RUBENS GALVANI – MIRO – MINGO CORVINO – HEITOR – NÉZIO FERRI e ARARI, sua defesa.

Abaixados: ZEZINHO – ROBERTO – WILLIAM – SILVA e ADEMIR FRANÇA (GRILO), seu ataque.

            Muitas recordações…

 

=RECORDANDO – E.C. INCA  67=

Exatamente 52 (cinqüenta e dois) anos já são passados, desde que, naquela tarde dominical de 1967, o brioso esquadrão do “Índio da Vila Antártica”, posava em seus domínios antes de mais uma difícil partida pelo Amadorzão, assim alinhado:

Em pé: ZÉ FLORÊNCIO – SERGINHO – NILTON PREARO – PACOTE – GUERRA – CHICO ROMAGNOLI – ADILSON FUNARI e o Técnico LUIZ CARLOS.

Abaixados: REINALDO JOSÉ (PORVINHA) – MAQUININHA – PAULO DIEZ – CANHOTO e o SABARÁ.

Alguns desses amigos já nos deixaram…

Descansem em Paz.

 

=COISAS DO FUTEBOL – GAVETEIRO=

Atualmente na política brasileira, parlamentar que facilita as coisas mediante recebimento de propina é “mensaleiro”, no passado, juiz de futebol brasileiro que facilitava as coisas era “gaveteiro”.

Nos campos de bola que frequentei conheci um “gaveteiro, que para não comprometer sua imagem não aceitava dinheiro vivo e nem cheques em suas “lambanças”, pois no campeonato local só favorecia a equipe cujo dirigente lhe entregasse quitado o recibo de pagamento de sua conta mensal de água, luz, telefone  etc…, que vencia na semana do jogo.

Certa feita por ocasião do derby local, já na segunda-feira o dirigente da equipe A, moço esperto, foi e quitou a água que vencia naquele dia, porém coincidentemente a luz vencia na quarta e foi quitada pelo dirigente da equipe B, o que, como é óbvio, levou o jogo de domingo a terminar empatado em 1×1.

Acontece que esse resultado não interessava a nenhum deles e acabou beneficiando a equipe C, cujos dirigentes haviam quitado na sexta a pensão alimentícia devida pelo “gaveteiro” em razão de um amor proibido mantido com moça local…

Coisas do futebol.

 

=CONSELHO ÚTIL DASEMANA=

Prezada Leitora, caso seu companheiro seja verdadeiramente um chato, aqui vai um conselho infalível: “DÊ AO HOMEM UM PEIXE E ELE TERÁ COMIDA POR 1 DIA; ENSINE-O A PESCAR E VOCÊ SE LIVRA DELE POR TODO FINAL DE SEMANA E FERIADOS PROLONGADOS”…

 

=EPÍLOGO=

“SER BOM É FÁCIL, DIFÍCIL MESMO É SER JUSTO E PERFEITO:.”