Matando no Peito, com Zé Airton – 04/05/2019

=A.A.F. 1955=

No ano de 1955 em disputa do Campeonato Amador do Estado a equipe da A.A.Ferroviária se exibiu na cidade de Cerqueira César.

Em razão de problemas mecânicos em um dos veículos da delegação, somente 9 (nove) atletas chegaram no horário aprazado e mesmo assim, mercê de muito empenho e dedicação, venceram a partida por 1×0, com sensacional gol do saudoso José Maria Moreira Leite.

Foram heróis daquela jornada e posam na foto acima, os atletas:

Em pé: TIÇÃO – WALTER – SALOMÃO – HÉLIO – CHICÃO FUNARI – Diretor ALCIDES GONÇALVES e torcedor local.

Abaixados: Torcedor – MIRAMAR – TOUGUINHA – MOACIR e ZÉ MARIA LEITE.

Bons tempos aqueles…

 

=BANCÁRIOS 1964=

Marcou época nos anais do Futebol de Salão da cidade, a poderosa equipe da Associação dos Bancários de Botucatu (ABB), que se sagrou campeã no ano de 1964, a qual posa no Ginásio do BTC na foto acima, assim constituída:

Em pé: Técnico ZÉ SIMIÃO – CHICO SOUZA – DANIEL – JOSÉ GASPARINI e ÁLVARO PICADO.

Abaixados: ADEMAR POTIENS – PEDRO MONÉIA e o GOIANO.

Como curiosidades podemos mencionar: A elegância no trajar do técnico José Simião, o “Luxemburgo da época”, que nos confidenciou que assim procedia em razão do respeito que dedicava à platéia presente; O Ademar Potiens formava com seu mano Murico grande dupla de ataque no futebol de campo da A.A.B; O Pedro Monéia era no campo e salão o “canhota famoso” e o Goiano, além de bancário, era atleta profissional da AAB e AAF.

Velhos tempos de disputados campeonatos.

= SE É FOTO É FATO – GAVETEIRO=

 

Em passado recente na política brasileira, parlamentar que facilitava as coisas mediante recebimento de propina era “mensaleiro” e no futebol brasileiro juiz que facilitava as coisas era “gaveteiro”.

Conheci um “gaveteiro”, em cidade onde joguei, que para não comprometer sua imagem não aceitava dinheiro vivo e nem cheques em suas “lambanças”, pois no campeonato local só favorecia a equipe cujo dirigente lhe entregasse na semana do jogo o recibo quitado do pagamento de sua conta mensal de água, luz, etc…

Certa feita por ocasião do derby local, já na segunda feira o dirigente da equipe A, moço esperto, foi e quitou a água que vencia naquele dia, porém coincidentemente a luz vencia na quarta e foi quitada pelo dirigente da equipe B, o que, como é óbvio, levou o jogo de domingo a terminar empatado em 1×1.

Acontece que esse empate não interessava nem a A, nem a B e acabou beneficiando a equipe C, cujos dirigentes haviam quitado na sexta a pensão alimentícia devida pelo “gaveteiro” em razão de um amor proibido mantido com moça local…

Pois é meus amigos, nos bastidores do futebol ninguém dorme de botina…

 

=EPÍLOGO=

FALSA INTERPRETAÇÃO:

O garoto chega da aula e comenta:

– Sabe mãe, eu e a menina mais linda da escola estamos namorando…

– Puxa vida meu filho que beleza…

– Pois é mãe, eu namoro a vesguinha e ela o filho do Prefeito…