Terminal Rodoviário de Botucatu recebe melhorias

 

O Terminal Rodoviário “Dr. Carlos Alberto Melluso” acaba de receber novas melhorias por parte da Prefeitura de Botucatu. O interior do terminal ganhou 110 novas cadeiras, totalizando agora 180 lugares. Quarenta destes assentos foram instalados no terminal passageiros.

Ponto táxi, lateral da lanchonete, Posto Atendimento da Semutran e Administração também receberam conjuntos de bancos. O investimento do Poder Público foi superior a R$ 20 mil.

Também foi providenciada a instalação de 17 conjuntos de tomadas e USBs para que os usuários possam carregar a bateria de seus celulares, além da construção de uma nova rampa e a demarcação de vaga para deficientes, na lateral do terminal.

História – O Terminal Rodoviário, inaugurado em novembro de 1988, pelo então prefeito Jamil Cury, foi um marco para o desenvolvimento de Botucatu. Construído no prazo de um ano, era uma aspiração popular desde o final da década de 1950, quando Botucatu começou a receber as primeiras viagens rodoviárias até São Paulo.

Para a construção do terminal rodoviário foi urbanizada uma área de 36.000 metros quadrados, na região central da cidade. A obra também permitiu a reorganização do trânsito na região da “Baixada” e concentrou as linhas rodoviárias em funcionamento, que estavam dispersas em vários pontos.

Em fevereiro de 2011, na gestão do então prefeito João Cury Neto, o Terminal Rodoviário foi amplamente modernizado, com novas instalações elétricas/hidráulicas e novo forro do prédio, hoje em PVC, que impede a concentração de pombos. Conta com sistema de monitoramento, um posto de apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), Casa do Artesão, caixa eletrônico 24 horas, uma sala receptiva do Consórcio Polo Cuesta, bicicletário e internet wi-fi gratuita (Praça Digital).