Botucatu registra queima de fogos com estampido em vários bairros na virada do ano

Fotos: Acontece Botucatu

A vigência da lei 6.161, que proíbe a soltura de fogos com estampido em Botucatu, não inibiu a ação de muitas pessoas no município. Mesmo antes dos relógios marcarem meia noite já nesta sexta-feira, 01, era possível ouvir baterias de rojões em todas as regiões da cidade.

Esse foi a primeira ‘virada de ano’ com a legislação que estabelece multas para quem descumpri-la. Cabe a Guarda Municipal fiscalizar que não respeita a lei, porém, foram muitos registros em Botucatu, segundo internautas.

“No meu bairro, na área central, muitos fogos e mesmo depois de uns 20 minutos da virada, começaram a soltar morteiros, com estouros violentos e eles não cessavam. Tenho criança, idoso e animais, todos assustados. Pareciam até que soltavam como uma afronta. Triste e revoltante”, disse um leitor que pediu para não se identificar.

“Moro na região da Vila Aparecida e foi intenso. Alguns respeitaram e soltaram fogos sem barulhos, mas outros soltavam verdadeiras bombas”, disse outro internauta.

O que diz a lei?

Em seu artigo 1º legislação é clara. “Fica proibido o manuseio e a soltura de fogos de artificio que causem poluição sonora, como estouros e estampidos, no município de Botucatu”.

A proibição à qual se refere este artigo estende-se a todo o Município, em recintos fechados e ambientes abertos, em áreas públicas e locais privados.

Nesta quinta-feira, 31, por exemplo, um cidadão foi multado em R$ 4 mil por conta de uma bateria de fogos bem na área central de Botucatu. Houve um agravante pelo fato da ação ter ocorrido a menos de mil metros de um Hospital.

Relembre o fato 

Autor de queima de fogos no centro de Botucatu será autuado e multado em R$ 4 mil